A felicidade – Jornal A Gazeta

A felicidade

Se alguém te perguntasse nesse exato momento o que significa felicidade, qual seria sua resposta? Não vale frase feita, de livro de autoajuda, nem usar a banalidade que assola a humanidade. Insisto: o que te faz sentir feliz no dia a dia? Seria seu casamento, filhos, respeito, trabalho, profissão, amigos?

Bem, antes de qualquer coisa, acho importante tentar compreender essa palavra. Afinal, felicidade é um estado de espírito, uma sensação de plenitude, a absoluta ausência de estímulos negativos, como ansiedade, medo, culpa, raiva, angústia, ciúme, insegurança entre outros. Tudo flui, o tempo, o espaço, a vida.

Eduardo Aquino afirma que a felicidade é resultante da alquimia que mescla relaxamento, desapego, satisfação, paz, serenidade, numa mistura sagrada, uma dádiva que, de tão sublime, se desfaz quando o alarme das coisas mundanas dispara uma preocupação ou um sofrimento irreal e invasivo.

Enfim, seja qual for o seu significado, o fato é que precisamos dela para realmente termos uma vida plena. Porém, num mundo acelerado, de novidades que duram apenas horas ou no máximo dias, onde o consumismo é como droga, que traz uma falsa satisfação imediata e ilusória, me pergunto se a felicidade estaria em extinção ou sendo mascarada por sensações de alegrias artificiais.

O fato é que passamos boa parte da nossa vida à procura da felicidade ou de seu significado, esperando ela chegar como se fosse algo inalcançável. Mas será que é mesmo tão difícil assim ser feliz ou somos tão exigentes ao ponto de não enxergarmos a presença da felicidade?

Às vezes o problema está na definição do que para a gente é felicidade, como nem sempre o que nos leva a ser feliz é definido fica muito mais difícil obter algo que não é conhecido. Creio que o primeiro passo para encontrar a felicidade é se perguntar o que te faz feliz, sabendo isso já está a meio caminho de conquista-la.

Desta forma você irá perceber que nas pequenas coisas pode também ser encontrada a felicidade. Não necessariamente está no carro importado, ou naquele emprego tão desejado, muitas vezes pode estar em um simples abraço bem apertado.

Assuntos desta notícia