A melhor resposta – Jornal A Gazeta

A melhor resposta

Esta apreensão de cocaína, veículos e outros bens avaliados em R$ 350 mil e a prisão de seis traficantes realizada pela Polícia Civil em bairros da Capital é, entre outras operações, a melhor resposta a alguns políticos que insistem em menospresar o esforço que o Governo do Estado, através das várias forças de segurança, vem fazendo no  combate à criminalidade.

Ainda esta semana, alguns desses políticos, como hienas comendo carniça, comentavam sorrindo a escolha que a FPA fez ao anunciar a pré-candidatura a vice-governador do secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, dando a entender que a criminalidade será o prato principal que irão comer e se empanturrar durante a campanha eleitoral.

Nada a opor que se faça oposição responsável. É da democracia. Contudo, no caso desses dois, três políticos, eles revelam estupidez e ignorância. Primeiro, ignorando a causa maior do aumento da criminalidade. Não só no Acre, mas em todo o país com a entrada do narcotráfico pelas fronteiras completamente desguarnecidas, cuja responsabilidade primeira é dos seus parceiros, a quadrilha que hoje comanda o país do Palácio do Planalto. E, evidentemente, que isso será devidamente denunciado ao longo a campanha.

Depois, pela falta de respeito ao bom trabalho que centenas, milhares de policiais vem fazendo na prevenção e combate à criminalidade, expondo suas próprias vidas e de suas famílias contra as facções criminosas armadas até de fuzis. Não fora esse esforço  e coragem, aí sim, o Acre seria hoje um de Rio Janeiro e outros estados, governados pelos seus correligionários.

Assuntos desta notícia