A queda – Jornal A Gazeta

A queda

Os famosos também sangram e nos últimos meses isso ficou ainda mais evidente. Dessa vez, Kevin Spacey teve uma reviravolta gigantesca na vida. Ator consagrado, vencedor de dois Oscars, astro de filmes como Beleza Americana e Superman – O Retorno, ele viu o chão se abrir sob os seus pés após denúncias de assédio sexual virem a público.
Atualmente, Spacey atuava como o protagonista da série House Of Cards, produzida pela Netflix. Ele incorporava o astuto congressista norte-americano Frank Underwood, que com várias jogadas interesseiras e muito bem planejadas ao lado da esposa Claire o fazem chegar à presidência dos Estados Unidos.
Contudo, a Netflix suspendeu a série após as denúncias contra Spacy e o demitiu. A série só seguirá se o ator não participar, garantiu a gigante dos streamings. Fala-se até em matar o personagem para que a trama possa ter um desfecho nessa última temporada.
Na lista das pessoas que denunciaram Kevin Spacey estão os atores Anthony Rapp e Roberto Cavazos. O cineasta Tony Montada também se manifestou além de outros profissionais que trabalham com ele no seriado.
Sobre o primeiro caso relacionado a Rapp, o artista chegou a confirmar e pediu desculpas.A polícia britânica investiga ainda uma acusação de abuso sexual contra o ator.
Depois de todos esses episódios, como não imaginar o grande ator Kevin Spacey acordando e vendo seu nome ir para o fundo do poço? Será que ele não sonhou que isso poderia acontecer? Será que nunca lhe passou pela cabeça que o castelo poderia desmoronar e revelar os abusos?
Algumas das denúncias se referem a situações que ocorreram há mais de uma década. Já as últimas acusações são de agora, enquanto gravava House Of Cards. Ou seja, foram anos praticando abusos e dando continuidade a isso.
O fato é que ele próprio enterrou sua carreira. E podemos dizer que a atitude da Netflix foi pra lá de acertada.
Não podemos mais dar espaço para que os gigantes errem, cometam crimes, abusos e ainda assim continuem desfilando glamour pelas avenidas.
Que isso sirva de exemplo a todos, famosos e anônimos, e que as vítimas continuem buscando coragem para denunciar.

“Não podemos mais dar espaço para que os gigantes errem, cometam crimes, abusos e ainda assim continuem desfilando glamour pelas avenidas”

Assuntos desta notícia