Baixo estoque e proximidade do Carnaval preocupam Hemoacre – Jornal A Gazeta

Baixo estoque e proximidade do Carnaval preocupam Hemoacre

Enquanto muitos contam as horas para se divertir durante o Carnaval que inicia no próximo fim de semana, no Hemoacre a proximidade da festa é motivo de preocupação.
É que durante esse período a demanda de procura por transfusão de sangue aumenta e os últimos dias têm sido críticos para o setor da captação de sangue. A quantidade de doadores nunca é suficiente para suprimir as necessidades.
O Hemoacre é responsável por abastecer os estoques de bolsa sangue de todas as unidades de saúde pública e privada do estado, como o Hospital Infantil, Maternidade Bárbara Heliodora e o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).
Doar sangue é doar vida, pois não há nenhum produto que substitua o sangue. Se alguém precisar, a única alternativa é contar com a solidariedade.
A gerente geral do Hemoacre Elba Oliveira fala da importância dos doadores cadastrados comparecerem com frequência para realizar a doação. “Durante todo ano sempre temos a preocupação em atender a necessidade do setor de captação do Hemoacre, mas em época de carnaval, a preocupação é maior, por conta dos acidentes que acontecem. É importante a população saber que doar sangue é algo simples e não dói, com esse ato de amor ao próximo, podemos salvar várias vidas”.
Vale lembrar que uma única bolsa de sangue ajuda até quatro pessoas. Para ser doador de sangue é muito simples. Basta ter entre 16 e 69 anos, sentir-se bem de saúde e possuir documento com foto válido em território brasileiro. Menores de idade precisam ser acompanhados do responsável.
O Hemoacre fica localizado na Avenida Getúlio Vargas, n° 2787, e funciona das 7h30 às 17h30, inclusive aos sábados e feriados.
No período de carnaval funcionará em horário especial. No próximo sábado, 10, na segunda-feira, 12 e na quarta-feira, 14, estará aberto das 7 às 19h, fechando apenas na terça-feira, dia 13. (Maxmone Dias / Agência Acre)

Assuntos desta notícia