Carcereiro é flagrado com cartas de presos que davam instruções para o tráfico de drogas – Jornal A Gazeta

Carcereiro é flagrado com cartas de presos que davam instruções para o tráfico de drogas

Um agente penitenciário foi preso na manhã desta terça-feira, 10, suspeito de associação ao tráfico drogas. Segundo a polícia, Adaliso de Almeida Silva, de 30 anos, repassava cartas de presos com instruções para o tráfico de drogas.

Ele foi flagrado na entrada do Presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro, em Rio Branco.

As investigações do caso foram feitas entre a Delegacia de Repreensão ao Entorpecente (DRE) e a Inteligência do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC). O resultado foi apresentado na Divisão de Investigação Criminal (DIC).

O diretor-presidente do Iapen-AC, Aberson Carvalho, contou que o agente era monitorado há algum tempo pelo serviço de inteligência do órgão. Com a desconfiança, o Iapen-AC resolveu chamar a Polícia Civil para ajudar no caso. Silva vai responder ainda um processo administrativo e pode até perder o cargo.

“A informação que foi apurada é que ele se comunicava junto aos presos, levava as informações e fazia o carregamento de algumas solicitações. Foi feita toda instrução que está sendo coordenada pela polícia”, confirmou.

Na hora da abordagem, o coordenador da DRE, delegado Pedro Resende, contou que o servidor jogou uma quantidade de droga dentro do lago que fica em frente do presídio. Segundo o delegado, a droga seria entregue para presos da unidade.

“Mas, encontramos uma carta que tinha diversas informações sobre o tráfico de drogas de um dos presos. Ele fazia essa interlocução do preso com os associados do crime que estão fora do presídio”, complementou. Resende disse que as investigações continuam para comprovar o crime de tráfico de drogas do agente.

Assuntos desta notícia