Cláudio Porfiro – Jornal A Gazeta
  • O humanista apaixonado

    Não mais que de repente, desde a manhã do outono do século nascente, de um dia a perder de vista, vim a ser um humanista destes que em sentença mista dizem mil frases de amor. Impressionara-me, certamente, um gesto qualquer de um homem ou de...

  • Petrônio travou total no treino tridimensional

    Muitos chegam em carrões blindados e pagam bastante caro para conseguir, através de exercícios extenuantes, fazendo força descomunal nas traquitanas da academia, aqueles músculos e aquelas formas sublimes admiradas por quase todos. Parte considerável deles atinge o estágio sonhado e megalomaníaco em que a vontade...

  • À toa, ruminando pela vida que foge

    É mais um dia como tantos outros. A vida regurgita de mesa em mesa, de bar em bar. Logo mais, será noite aberta, até porque aqui ela não fecha. O choro dramático de uma cuíca quase diz a que horas estamos. Os primeiros acordes agudos...

  • A fênix renascida do caos mais íntimo

    Para a Geany Silva. Viera de uma terra distante. Indagara ao vento sobre que tipo de pessoas poderiam fazer parte do seu novo mundo em início de construção. Os edifícios eram tão belos e tão altos que lhe batia uma espécie de vertigem, ou sonolência,...

  • De braços dados e camas compartilhadas

    O pega-pega seguia qual vento de estiagem, em rapidez sôfrega e vertiginosa. Deslanchara de vez feito água de morro abaixo e fogo de ladeira acima. Há bem menos de um mês se haviam conhecido e já estava feito o enlace, o ajuntamento de corpos em...

  • Névoa densa em campos de algodão seco

    Uma tarde, ela finalmente se foi, depois de dizer que apenas compraria um cigarro na esquina. Mas não demorou nem uma lua e já havia voltado, exatamente quando ele também já se houvera ido. E, quando ela mais uma vez partiu, ele estava de volta...

  • Reminiscências tardias de um moleque do barulho

    Num daqueles dias de setembro, o peralta houvera ficado em casa com os demais da família, posto que o pai estivador fora ao trabalho estafante das subidas e descidas, barranco acima e abaixo, a transportar os produtos que chegavam e os que saíam da cidade....

  • A intangível nau dos loucos de pedra

    A passeio em uma das cidades litorâneas do Rio de Janeiro, ao longe vislumbrou imagem translúcida e bela de uma amiga não mais vista desde uns dez anos. Morena clara, alta, esguia, de cabelos pretos a lamber as ancas vistosas em shortinho mínimo, aí pelas...