Cláudio Porfiro – Página: 4 – Jornal A Gazeta
  • Monólogos de uma ninfa ligeiramente ruiva

    Nasci perfeita e bela nos meus cachos ruivos e olhos verdes clarinhos. Só depois é que veio a prancha e melhorou tudo ainda mais. Prefiro dizer que não tenho exatamente um nome. Melhor assim. Talvez irresoluta, um dia, e muito segura de mim, no outro,...

  • Majestoso é o templo das vaidades

    É oportuno misturar fatos quadrados a personagens redondos. Há os que gostariam de uma análise, aqui, a respeito do fenômeno que representam as academias de ginástica e as suas relações com a modernidade. Há outros que cogitam a possibilidade de um comentário acerca das complicações...

  • Majestoso é o templo das vaidades

    É oportuno misturar fatos quadrados a personagens redondos. Há os que gostariam de uma análise, aqui, a respeito do fenômeno que representam as academias de ginástica e as suas relações com a modernidade. Há outros que cogitam a possibilidade de um comentário acerca das complicações...

  • Lágrimas vadias, saudades e subterfúgios

    Em dias de solidão da alma, mórbida calma, tristeza infinda, chuva fina duradoura cai do céu sem piedade alguma, desde muitos dias. Tão bela e uma vontade louca de arrancar os próprios louros densos cabelos e enforcar-se neles, como fez a doida do hospício de...

  • O nexo entre malabaristas e viandantes

    Fizeram dele um menino tímido, como hoje ainda é, embora todos duvidem, poucos acreditem e ninguém veja. Cumpriu itinerários rocambolescos, é certo, ao redor da terra e por mares nunca d’antes navegados. Em viagem, depois dos dez dias fora de casa, sentia saudades da mãe...

  • O inquietante enigma das almas retorcidas

    Os últimos invernos haviam sido muito rigorosos. As entranhas se lhe enregelaram, em vista das temperaturas mínimas. As fendas da alma de pedra preencheram-se de gelo e, agora, de líquen. Meditativo estava desde séculos, posto que, no amor, o tempo é contado de forma inimaginável...

  • Segredos caóticos repletos de alma

    Chegara já o estágio em que o divã quase tinha o formato e as curvas dela, ou vice-versa, tanto era o tempo durante o qual as análises ocorriam. Folgadíssima, cheia de malemolência e serpenteando feito cobra na areia quente, sentia-se tão à vontade que chegava,...

  • Petrônio travou total no treino tridimensional

    Muitos chegam em carrões blindados e pagam bastante caro para conseguir, através de exercícios extenuantes, fazendo força descomunal nas traquitanas da academia, aqueles músculos e aquelas formas sublimes admiradas por quase todos. Parte considerável deles atinge o estágio sonhado e megalomaníaco em que a vontade...

  • Por um buquê de rosas e lírios

    Ela havia sacolejado por esta vida afora quase em total solidão. Nem de longe alcançara o tal estágio da meia idade. Talvez, um pouquinho gasta pelos vaivéns dos quadris, apoderara-se de uma tristeza de gueixa chorosa e soturna. Largara a sacanagem. Introvertera-se. Acompanhara-se de um...

  • Oito de Março: o Senge/AC em cor de rosa

    Enfim, a humanidade rejubilada vê, em tempos de pós-modernidade, que, com sabedoria, pertinácia e competência, as mulheres, paulatinamente, foram e estão colocando tons rosáceos e mais alegria e mais ternura, nas nossas vidas em geral, até porque foram elas que nos pariram ou nos deram...