EDITORIAL – Página: 218 – Jornal A Gazeta
  • A população que se dane?

    Vale insistir: médicos da rede pública prestam um serviço essencial, o de garantir a saúde da população e salvar vidas. Por isso mesmo, não podem, simplesmente, cruzar os braços, fazer greve, como estão anunciando, e a população que se dane.   Leia mais

  • A população que se dane?

    Vale insistir: médicos da rede pública prestam um serviço essencial, o de garantir a saúde da população e salvar vidas. Por isso mesmo, não podem, simplesmente, cruzar os braços, fazer greve, como estão anunciando, e a população que se dane.   Leia mais

  • Aí, não dá!

    Paralisação é sempre uma medida que não agrada. Reivindicações são bem-vindas e devem ser discutidas, analisadas até que se chegue a um consenso. Mas parar e principalmente uma categoria essencial, como a dos médicos da rede pública, não dá!   Leia mais

  • Aí, não dá!

    Paralisação é sempre uma medida que não agrada. Reivindicações são bem-vindas e devem ser discutidas, analisadas até que se chegue a um consenso. Mas parar e principalmente uma categoria essencial, como a dos médicos da rede pública, não dá!   Leia mais

  • O caso é sério

    Há vários dias, semanas, que os policiais, de todas as categorias, até os bombeiros, fazem manifestações em praça pública reivindicando a votação imediata da PEC 300, que lhes traria melhorias salariais. O que intriga é que não aparece ninguém do governo ou do parlamento para ouvi-los.   Leia mais

  • O caso é sério

    Há vários dias, semanas, que os policiais, de todas as categorias, até os bombeiros, fazem manifestações em praça pública reivindicando a votação imediata da PEC 300, que lhes traria melhorias salariais. O que intriga é que não aparece ninguém do governo ou do parlamento para ouvi-los.   Leia mais

  • No rastro da droga

    Impressiona a quantidade de drogas, sobretudo pasta-base de cocaína, que vem sendo apreendida na Capital, ao longo das rodovias e mesmo em alguns municípios. Fosse apenas pela droga não seria tão grave. Pior é que no rastro dela vem tudo o que não presta, como formação de quadrilhas, assassinatos.   Leia mais

  • Virou rotina

    Em menos de 15 dias duas residências foram incendiadas em bairros da Capital por pura e simples vingança. No primeiro caso, o criminoso expulsou uma família de sua casa no bairro Baixada da Habitasa e não satisfeito voltou e tocou fogo no local.   Leia mais

  • Apoio essencial

    A notícia de que um policial militar espancou a própria mãe é preocupante. No momento em que o Estado tem feito investimentos para a melhoria das condições de trabalho dos policiais o fato merece uma reflexão. Um soldado que lida com o público, inclusive, em situações extremas, não pode ter uma atitude descontrolada dentro da …   Leia mais

  • Com ou sem “emoção”

    Pode até ter puxado o gatilho “sob forte emoção”, como disse ao se entregar à polícia. Porém, isso não o exime da culpa nem deve atenuar a pena que a Justiça deve aplicar ao fiscal da Vigilância Sanitária, André Raimundo Costa, que matou a namorada com um tiro na cabeça, na véspera do Dia da …   Leia mais