Domingo – TIAGO MARTINELLO – Página: 20 – Jornal A Gazeta
  • Adversidades não são desculpas

    Eu poderia começar este texto prestando minha solidariedade aos desabrigados da cheia do Rio Acre, enaltecendo as ações do governo e da prefeitura para lidar com esta difícil realidade ou agradecendo o nobre esforço dos voluntários pra ajudar no controle da situação. No entanto, diante...

  • Adversidades não são desculpas

    Eu poderia começar este texto prestando minha solidariedade aos desabrigados da cheia do Rio Acre, enaltecendo as ações do governo e da prefeitura para lidar com esta difícil realidade ou agradecendo o nobre esforço dos voluntários pra ajudar no controle da situação. No entanto, diante...

  • Linhas aéreas nada inteligentes

    Diga o nome de uma coisa que você não encontra no aeroporto de Rio Branco? Eis uma pista, leitor: é aquilo que você mais quer gritar quando assiste ao jogo do seu time do coração. Ficou fácil né? Pois bem, se você respondeu ‘aeroshopping’, bem,...

  • Linhas aéreas nada inteligentes

    Diga o nome de uma coisa que você não encontra no aeroporto de Rio Branco? Eis uma pista, leitor: é aquilo que você mais quer gritar quando assiste ao jogo do seu time do coração. Ficou fácil né? Pois bem, se você respondeu ‘aeroshopping’, bem,...

  • O golpe

    Ventava suavemente em seu indeciso rosto enquanto ele empunhava firmemente nas mãos a sua enxada. Visto de fora, a pose que o colono rondoniense fazia era a de um alguém determinado. Pronto para o ataque. Mas, por dentro, a soma de conflitos internos e de...

  • O golpe

    Ventava suavemente em seu indeciso rosto enquanto ele empunhava firmemente nas mãos a sua enxada. Visto de fora, a pose que o colono rondoniense fazia era a de um alguém determinado. Pronto para o ataque. Mas, por dentro, a soma de conflitos internos e de...

  • Adivinha quem é?

    O que é, o que é, a partir deste relato, adivinhe ‘quem sou eu?   “Pra muitos, é fácil começar um texto sobre o despertar de um novo ano com promessas vãs e expectativas falsas. Eu poderia tomar este caminho mais simples e vir aqui...

  • Adivinha quem é?

    O que é, o que é, a partir deste relato, adivinhe ‘quem sou eu?   “Pra muitos, é fácil começar um texto sobre o despertar de um novo ano com promessas vãs e expectativas falsas. Eu poderia tomar este caminho mais simples e vir aqui...

  • Existe pro Serra, mas é ‘lenda’ pro Brasil?

    Sabe aquela velha piada que ninguém ri mais? Pois é, é neste ti-po de categoria que se encaixa o insistente besteirol nacional de que ‘O Acre Não Existe’ ou ‘O Acre é lenda’. Acho que escrevo em nome de todo bom acreano quando afirmo que...

  • Existe pro Serra, mas é ‘lenda’ pro Brasil?

    Sabe aquela velha piada que ninguém ri mais? Pois é, é neste ti-po de categoria que se encaixa o insistente besteirol nacional de que ‘O Acre Não Existe’ ou ‘O Acre é lenda’. Acho que escrevo em nome de todo bom acreano quando afirmo que...