Marcela Jansen – Página: 5 – Jornal A Gazeta
  • Amigos, muito bom tê-los!

    Quem nunca ouviu a frase: quem tem amigos, tem tudo. Pois é, bem assim mesmo. Quem tem amigos, tem a garantia de momentos divertidos, regados a muita alegria e gargalhada. Amigos de infância, da época de escola, de faculdade. Não importa quando e nem como...

  • Uma data esquecida

    Já dizia Antonio Penteado Mendonça: “O Brasil é um país curioso. Enquanto aqui se comemoram datas e pessoas cuja existência nunca ficou completamente clara, de outro lado, deixa-se de comemorar a data que marca o início de tudo. O descobrimento oficial do Brasil”. Ainda hoje,...

  • O caos

    Foi-se o tempo em que o Brasil era manchete nos principais jornais e sites internacionais por ter se destacado com uma boa ação, um bom projeto, um bom resultado. Continuamos sim nas capas dos periódicos, manchetados como um dos países mais corruptos do mundo. Vergonha...

  • O caos

    Foi-se o tempo em que o Brasil era manchete nos principais jornais e sites internacionais por ter se destacado com uma boa ação, um bom projeto, um bom resultado. Continuamos sim nas capas dos periódicos, manchetados como um dos países mais corruptos do mundo. Vergonha...

  • Dor sem nome

    Poucas coisas afetam mais um pai e uma mãe do que a perda de um filho. É uma dor profunda e que muito provavelmente não cicatriza. Não ouso sequer a tentar imaginar como seria essa experiência. Não sei se suportaria… É certo que muitas pessoas...

  • A culpa é da imprensa! Será?

    Foi-se o tempo em que trabalhar na imprensa era sinônimo de revelação de fatos. O máximo que conseguimos hoje em dia é levar a culpa pelas adversidades na qual o país enfrenta, aliás, não enfrenta. Sim, por que se depender do poder de convencimento dos...

  • Amizade, artigo de luxo hoje em dia!

    Em um mundo marcado, sobretudo pela alta competitividade, isolamento e individualismo, um conceito muito caro à filosofia e que merece nossa atenção nos dias atuais: AMIZADE. Não foram poucos os filósofos que se debruçaram na definição de amizade. Sócrates, por exemplo, já dizia que “para...

  • Como viver?

    Não sei o que está havendo com as pessoas, mas, a cada dia que passa, e a cada pessoa nova que conheço, mais tenho a certeza que tudo está muito estranho. É estranho que não haja diálogos mais profundos, que exista o medo de conhecer...

  • Cadê a ética?

    Quando foi mesmo que voltamos ao tempo das pedras, no qual tudo era resolvido na base do braço? Não sabia que a famosa lei do mais forte havia sido retomada pela sociedade. Pelo menos na consciência daqueles dois deputados que quase saíram aos tapas em...

  • Temporário, será?

    Eis que ela nos assombra novamente, a tal da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Provisória? Nem tanto!. Levando em consideração que esse tributo demorou dez anos até ser derrubado, fato que aconteceu em 2007, o ponto de interrogação que surge é o seguinte: desta...