Sexta-feira – VICTOR AUGUSTO – Jornal A Gazeta
  • Bazar do Chaves

    Este ano fará três anos que perdi meu maior amigo que já tive e terei na vida, a que saudades do meu paizão. Se vivo estivesse, certamente estaria caducando com seu primeiro netinho, que leva seu nome, o pequeno Manoel ou Manoelzinho. Mas devemos respeitar...

  • Moda da corrupção

    Já não é mais novidade para ninguém que nosso rico Brasil vem sendo roubado há anos e somente agora descobrimos quem de fato conduzia o país. Entre pão com mortadela e coxinhas, o brasileiro se rebela, fica sem rumo e até anestesiado sem saber para...

  • Para quem me conhece

    Dia desses, duas situações ocorreram e me levaram a escrever este novo artigo. Em um grupo de rede social, meus amigos e eu conversávamos a respeito das “obrigatoriedades” que as pessoas devem ter a nosso respeito, algo muito usual pelas redes e diálogos como o...

  • Amor em cinzas

    O bumbo começa a desacelerar, as cornetas a silenciar e na avenida só ficou penas, purpurinas e as cinzas do carnaval. A festa das festas e os prazeres da carne se encerraram. A última parte só diminuiu, tem gente que segue o ritmo até o...

  • Uma geração sem história

    Desde que me entendo por gente, o acreano por si só já vivencia política desde o café da manhã até o café com leite do jantar. Minha história não é diferente dos demais, mas o que me faz ser único é a contribuição familiar para...

  • O homem salvador

    Este singelo operário do amor acorda todas as manhãs e confere suas redes sociais. Ele constata que o mundo está precisando sair das telas e ir para as ruas reaprender a boa e velha arte da conquista. Aquela de mandar flores, bombons e cartões convidando...

  • Sofrência passageira

    Vamos conversar e compartilhar nossas experiências? Então tá. Posso começar? Obrigado! Caso ache necessário me interromper para revelar algo semelhante, me diga. Dia desses conversava com uma amiga sobre relacionamentos e ela questionava o porquê de eu estar só, já que eu era um cara...

  • Em busca da sua felicidade

    O trecho a seguir foi tirado do filme O amor não tira férias: “Acontece que ele não estava tão apaixonado quanto eu imaginava. O que eu quero dizer é que eu sei como é se sentir extremamente pequena e insignificante. E como isso dói em...

  • O amor olímpico

    Vamos aproveitar o momento em que vivemos em nosso país para falar um pouco sobre as comparações que se assemelham os segmentos esportivos com a mais pura arte de amar, ser amado ou ser lavado. Durante as apresentações constatamos grandes atletas e suas superações, mas...

  • O amor vingativo

    “Eu fui usado como arma de vingança, para fazer o mal ao seu namorado. E, agora, ele volta pra você, você me deixa de lado”. Já dizia o velho cancioneiro popular, bregoriano de primeira linhagem, Carlos Alexandre com sua eternizada “Arma de Vingança”. Quem de...