Coluna golaço – 11/11/2017 – Jornal A Gazeta

Coluna golaço – 11/11/2017

Eu me rendo
A última rodada do Brasileirão desmontou, jogou por terra, destruiu minha convicção de que o Corinthians não levaria o título brasileiro. Minha tese se baseava em duas premissas: a queda de rendimento da equipe no returno e a recuperação de adversários como Grêmio, Santos, Palmeiras e Flamengo, em tese com melhores elencos. A primeira se concretizou, pois a equipe alvinegra tem feito uma campanha muito abaixo da apresentada na parte inicial do torneio. O grande xis da questão aparece na segunda, onde os adversários até conseguiram dar um pouco de esperança a seus torcedores, mas pecaram em momentos cruciais, diante de adversários inferiores, sem esquecer do troca-troca de técnicos (com a exceção do Grêmio), o que nutriu a vantagem corintiana até aqui. Tudo bem que estão em jogo 15 pontos, que futebol não é uma ciência exata, que é uma caixinha de surpresa, que só acaba quando termina… entre outros clichês; o Hepta é uma realidade e deixará o fim de ano do “Bando de Loucos” mais alegre.

Na justiça
Não deu outra. A eleição para presidente do Vasco, realizada na terça-feira, 7, será decidida pela justiça do Rio de Janeiro. O imbróglio acontece por causa da famigerada urna 7, que apresentou algumas irregularidades antes mesmo da apuração: números de telefones fantasmas de alguns eleitores, várias associações coletivas, como por exemplo, moradores da mesma rua, inclusive sendo efetuadas aos domingos. Caso a justiça aceite computar os votos da “urna da discórdia”, Eurico Miranda será reeleito. Do contrário, o novo presidente do Gigante da Colina será Julio Brant.

Vai e vem
Além de renovar com grande parte do elenco responsável pelo acesso à Série C, o Atlético Acreano segue se movimentando no mercado em busca de reforços para a temporada 2018. O clube já anunciou a contratação do goleiro Rafael Barrios, do zagueiro Wenderson, dos atacantes Rafael Tanque e Igor Goulart e, por último, fechou com o meia Ancelmo, que defendeu as cores do Rio Branco Football Club na temporada 2017.

Brasileirão
Duas partidas abrem a 34ª rodada do Brasileirão, neste sábado, 11. No Engenhão, às 14h*, o Botafogo recebe o Atlético Paranaense de olho no G-4. O objetivo tornou-se possível por causa das duas derrotas seguidas do Palmeiras, então dono da 4ª posição. A diferença entre os dois caiu para três pontos, contudo, o Verdão tem duas vitórias a mais; fato que impede a troca de posições entre os dois na tabela nesta rodada. O Furacão viu a chance de disputar a Libertadores 2018 se apequenar depois da derrota para o Corinthians, em plena a Arena da Baixada. Tirar oito pontos em 15 disputados não é uma tarefa fácil. Por falar em Corinthians, o líder recebe o Avaí, em sua Arena, às 16h*. Na teoria, um adversário fraco, porém desesperado para sair da zona de rebaixamento. Adversários com essas características têm deixado o alvinegro paulista em maus lençóis, principalmente em Itaquera. Os avaianos sonham com esse precedente, enquanto os corintianos querem colocar mais um dedo na taça.

Assuntos desta notícia