Coluna Política Local – 14.04.2018 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Local – 14.04.2018

Prestação de contas
A Câmara de Rio Branco realizou ontem uma audiência pública para tratar da prestação de contas da prefeitura para o exercício de 2017. O secretário municipal de finanças, Marcelo Macedo, apresentou os eixos em que a prefeitura investiu.

Importante agenda
O vereador requerente da audiência, Rodrigo Forneck (PT), pontuou bem a importância dessa agenda. Em especial, por recentemente o prefeito Marcus Alexandre ter se afastado do cargo para concorrer ao governo do Acre.

Cortou
Essa prestação de contas corta qualquer intenção futura do grupo opositor colocar em suspeição sua passagem pela prefeitura.

Forneck disse
“É o momento de demonstrar que a prefeitura é transparente e está executando suas tarefas com responsabilidade”, disse Rodrigo Forneck.

No PR
O médico Eduardo Veloso filiou-se ao Partido da República (PR), presidido pela ex-deputada Antônia Lúcia. Ele deixou o PSDB após ter sido “destituído” da vaga de pré-candidato a vice na chapa ao governo da oposição.

Senado
Nos bastidores, comenta-se que ele tem pretensão em sair candidato ao Senado da República. A conferir.

Foi também
Quem também se filiou no Partido Republicano foi o ex-vereador Raimundo Vaz, onde disputará uma das vagas da Assembleia Legislativa na eleição deste ano.

Mudou de ideia
Raimundo Vaz chegou a conversar com Marcio Bittar para se filiar ao Solidariedade, mas voltou atrás em sua decisão inicial e retornou ao partido onde disputou a prefeitura da Capital.

Novos filiados
O pastor José Teixeira, conhecido como Bispo Jose, que é segundo suplente do senador Gladson Cameli (PP), saiu do PSC e se filiou ao PR, que passa a contar também com o Pastor Wagner Felipe, presidente da Igreja Assembleia de Deus Madureira do Segundo Distrito de Rio Branco.

No PSB
O empresário João Albuquerque, por sua vez, filiou-se no PSB na manhã de ontem, 13. Na ocasião, ele foi confirmado como primeiro suplente do pré-candidato ao Senado, Ney Amorim.

Reforça o quadro
A filiação de João Albuquerque ao PSB acreano também reforça os quadros regionais do partido, que contam com o deputado federal César Messias, a prefeita da Capital Socorro Neri, o deputado Manoel Morais e os prefeitos de Epitaciolândia e Acrelândia.

Preparados
Por falar no PSB, o presidente regional Rivamar Guedes aproveitou a ocasião para anunciar que o partido vai para a disputa proporcional com quarenta pré-candidatos. A sigla está preparada para entrar na disputa. O foco é aumentar o espaço no parlamento estadual e federal.

Também no PSB
O PSB ainda teve essa semana a confirmação da filiação do ex-ministro Joaquim Barbosa que estuda a candidatura própria a presidente da República pela legenda.

Esclarecendo tudo
O presidente do parlamento municipal, Manuel Marcos (PRB), em nota no Facebook, se manifestou sobre o Estatuto da Família aprovado na Câmara. Ele esclareceu que o posicionamento dele “sempre foi favorável à aprovação”, mas que não houve interferência direta “no trâmite da matéria dentro da Câmara”.

Parecer favorável
Ele lembra que a matéria teve parecer favorável tanto da Procuradoria da Casa quanto das Comissões de Constituição e Justiça, bem como Direitos Humanos. Aproveitou e pediu respeito às opiniões contrárias. O que não tem ocorrido muito desde a votação da proposta. De ambos os lados.

Clima pesou
O deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) entrou com uma ação judicial pedindo o retorno aos seus cargos de todos os concursados demitidos do Pró-Saúde. Logo agora que o clima para ele no governo estava amenizando. Voltou a entrar para a lista de personas non gratas.

Ação no TSE
O PT ingressou no Tribunal Superior Eleitoral com uma ação para proibir a divulgação da pesquisa Datafolha que foi a campo entre quarta e ontem. O partido contesta seis dos nove cenários pesquisados, que não incluem o ex-presidente Lula como candidato à Presidência da República.
.
Intenções
O partido alega que o Datafolha teve a intenção de “influenciar seus entrevistados na falsa ideia de inelegibilidade do ex-presidente, induzir os entrevistados e, futuramente, quando da divulgação dos resultados da pesquisa, todo o povo brasileiro”.

Assuntos desta notícia