Coluna Política Local – 26.01.2018 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Local – 26.01.2018

É pré-candidato
O Partidodos Trabalhadores lançou ontem, 25, o ex-presidente Lula como pré-candidato à Presidência da República nas eleições de outubro. A decisão foi tomada durante reunião da Comissão Executiva Nacional do PT em São Paulo.

Na reunião
Além dos membros da executiva, participaram da reunião os governadores do PT, senadores, deputados federais e estaduais, dirigentes nacionais e regionais, dirigentes de outros partidos, de movimentos sociais e de centrais sindicais.

Esfera eleitoral
Na esfera eleitoral, a situação de Lula só será definida no segundo semestre deste ano, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisar o registro de candidatura. O PT tem até o dia 15 de agosto para protocolar o pedido e a Corte tem até o dia 17 de setembro para aceitar ou rejeitar a candidatura.

Caravanas mantidas
O ex-presidente disse que manterá as caravanas pelo Brasil, mas conclamou o PT e os movimentos sociais a ajudá-lo no embate nas ruas. “Espero que a candidatura não dependa do Lula. Que vocês sejam capazes de fazê-la, mesmo se acontecer alguma coisa indesejável, e colocar o povo brasileiro em movimento”, disse.

Continua no jogo
E por falar em pré-candidatura, a cúpula do MDB decidiu manter Marcio Bittar na disputa por uma das vagas no Senado Federal. Nem mesmo a repercussão negativa do episódio foi suficiente para mudar a opinião dos medebistas.

Qual apoio?
O grande desafio de Bittar será convencer os principais caciques da oposição que é digno do apoio deles. Levando em conta que expôs ao ridículo seus pares, pouco provável que reverta a situação. Podem até aparecer abraçados em frente às câmeras, mas a verdade é que a tão sonhada união está longe de virar realidade. O áudio de Bittar devastou a oposição.

Agradeça ao Vagner
Circula nos bastidores que o que pesou na decisão do MDB em manter a pré-candidatura de Bittar foi a opinião do ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (MDB). Tendo em vista os votos que o leão do Juruá pode proporcionar, ninguém quer bater de frente com ele, ainda mais se for concorrer algum cargo eletivo.

Em silêncio
Enquanto Marcio Bittar se mantém em silêncio, sua esposa, Márcia Bittar diz que seu marido é vítima de um factoide dos “petralhas”. Presunção ou inocência? Bittar é vítima dele mesmo. Há de se lembrar que quase um mês atrás, ele teve outro áudio divulgado e nele também criticava seus pares.

No PTB
O ex-conselheiro tutelar, Michael Alves dos Santos, se filiou ao PTB. Ele atende convite da presidente estadual, Charlene Lima, e do presidente da municipal, Leandro Costa.

Na disputa
Michael pretende disputar as eleições para deputado estadual. Esta é a primeira vez que disputa uma vaga na Aleac.

Quase pronto
Se depender do presidente do PDT, deputado Luiz Tchê, até o final de fevereiro a chapa de candidatos a deputado estadual estará pronta. A sigla, atualmente, possui cerca de 20 pré-candidatos.

No PDT
E por falar no PDT, circula nos bastidores que o ex-deputado Taumaturgo Lima irá se filiar ao partido para concorrer a uma das vagas na Câmara Federal.

Vai disputar
O martelo já foi batido. O irmão do deputado estadual Éber Machado (PSDC), Thiago Machado, disputará uma vaga na Assembleia Legislativa. Já que Éber concorrerá ao parlamento federal, a vaga ficou em aberto.

Acompanhando Marcus
Os secretários André Kamai (Gabinete), Andréia Forneck (Comunicação), Temyllis Lima (Juventude), Chicão Brígido (Movimento Comunitário) e Antonio Klemer (Cerimonial) serão os que acompanharão o prefeito Marcus Alexandre, quando deixar o cargo em abril para se candidatar ao governo.

No jogo
Leila Galvão, Maria Antonia, Juliana Rodrigues, Eliane Sinhasique, Antonia Sales, Charlene Lima, Silvia (Pequenos Negócios), Temyllis Lima, Carla Brito, Jéssica Sales, Perpétua Almeida, Rosana Nascimento, Vanda Denir, Wânia Pinheiro e Mara Rocha, são algumas das mulheres que irão disputar cargos eletivos neste ano.

Efetivo nas ruas
A Companhia de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) inicia hoje, 26, oficialmente as atividades nas ruas. O comandante-geral da PMAC, coronel Marcos Kinpara, garante que sua gestão vai fortalecer cada vez mais o policiamento com motos.

Ele disse
“Está comprovado que é muito ágil, rápido e eficaz no combate principalmente aos roubos, em que os delinquentes atuam de motos, bicicletas ou a pé. Outra vantagem é a mobilidade que a motocicleta proporciona. Eles poderão fazer o deslocamento mesmo com o trânsito parado e poderão entrar em beco aonde as viaturas não conseguiriam chegar.”

Fortalecimento
Além das instruções de nivelamento do agrupamento motorizado, o governo do Estado realizou no dia primeiro de janeiro a entrega de novos equipamentos que fazem parte de uma primeira etapa para o fortalecimento da Polícia Militar. Ao todo, foram entregues 30 motocicletas, de um total de 100 que ainda chegarão este ano.

Mais equipamentos
De acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública, Emylson Farias, ainda neste mês serão entregues mais motocicletas para fortalecer a companhia.

Assuntos desta notícia