Coluna Política Local – 27.01.2018 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Local – 27.01.2018

Na oposição
Circula nos bastidores que o deputado estadual Eber Machado (PSDC) deverá se filiar a um partido da oposição para brigar por uma das vagas na Câmara Federal. A princípio, Machado se filiaria no PDT, porém, devido à forte concorrência, Éber decidiu mudar de estratégia.

Alguns nomes
Cristovão Pontes, Jesus Sérgio, Chicão Brígido são alguns dos nomes que concorrerão a deputado federal pelo PDT.

No jogo
Confirmada a presença de Thiago Machado, irmão do deputado Éber Machado, na disputa por uma das vagas na Assembleia Legislativa.

Muito cuidado
A dobradinha entre Éber e Thiago é ideal apenas na teoria. Na prática, creio que será difícil eles conseguirem o voto casado.

Fará falta
O deputado Nelson Sales (PP) será um dos parlamentares que fará falta no parlamento estadual. Sem dúvidas tem feito um bom mandato.

Debate sobre Uber
Um dos debates mais esperados na Câmara de vereadores de Rio Branco, após o fim do recesso parlamentar, é acerca da regulamentação da Uber em Rio Branco. O projeto chegou a entrar na pauta de votação no ano passado, porém, foi retirado pelos autores da matéria.

Deixando o cargo
O prefeito Marcus Alexandre está em contagem regressiva para deixar o cargo no início de abril, para ser candidato ao governo pela FPA. Já prometeu que até lá o trabalho será intenso.

Difícil derrotá-los
Quem for disputar uma das vagas na Aleac pelo PT deve ter uma coisa em mente: não será fácil derrotar os petistas Lourival Marques, Jonas Lima, Daniel Zen e Leila Galvão. Todos possuem um mandato forte e com chances enormes de voltar ao parlamento estadual em 2018.

Com chances
Dos ex-deputados que pretendem se candidatar para disputar uma vaga na Aleac, Luiz Tchê, Chico Viga e Elson Santigo são os que têm grande chance de voltar. São bons de voto.

Bem isso
O fato do deputado estadual Ney Amorim (PT) ter o apoio de muitos parlamentares e dirigentes da oposição na sua candidatura ao Senado prova duas coisas: que Ney é um bom articulador e que a oposição não tem compromisso com seu próprio projeto.

Forte candidato
Ney Amorim é um bom articulador político. Não é à toa que está conseguindo a adesão de fortes lideranças da situação e oposição. Quando disputou a reeleição ao parlamento estadual, sua campanha estava forte e organizada. Para o Senado, não será diferente.

Quase eleita
Ex-deputada Antonia Sales (PMDB) é disparada a candidata pela sigla com maior chance de vitória. Seu carisma e densidade eleitoral só aumentam a cada dia.

Trabalho árduo
O médico e ex-vereador Carlos Beirute (PMDB) terá que trabalhar dobrado se quiser ser eleito como deputado federal. O cenário não lhe é favorável. Muitos nomes fortes já se apresentaram, sem falar nos deputados que concorrem à reeleição. O jogo vai ser duro.

Candidatos
Além dos pedetistas já citados acima, disputam também uma vaga de deputado federal o vereador Manuel Marcos, Fernando Melo, Tião Bocalom, Henrique Afonso, Eros Asfury, Neto Ribeiro. Não esqueçamos dos parlamentares que concorrem à reeleição.

Poucas adesões
A pré-candidatura do Coronel Ulysses pelo DEM ainda não foi bem aceita dentro da sigla. Não são poucos os democratas que afirmam que o presidente do partido, Tião Bocalom, se precipitou. E já tem gente dizendo que, se ele não voltar atrás, a tendência é deixar o partido.

Trazendo discórdia
O fato é que a candidatura de Ulysses tem sido vista dentro da oposição de forma negativa. “Ao invés de unir, está separando”. Assim que tem sido descrita.

Reunidos
E por falar no DEM, alguns dirigentes e militantes estiveram reunidos na sexta-feira, 26, onde declararam apoio a indicação do deputado Alan Rick (DEM) como vice de Gladson na disputa ao governo.

Procuradora-geral
Kátia Rejane de Araújo é a nova procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC). A posse ocorreu na última quinta-feira, 25, no Teatro Plácido de Castro.

Foram empossados
Também tomaram posse o procurador Celso Jerônimo de Souza como corregedor-geral do MPAC e os procuradores Sammy Barbosa, Álvaro Luiz Pereira e Carlos Roberto Maia como membros do Conselho Superior.

Assuntos desta notícia