Coluna Política Local – 7/11/2017 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Local – 7/11/2017

Empate técnico
A pesquisa da agência Vox Populi, encomendada e divulgada pela TV Gazeta, revelou um empate técnico entre os pré-candidatos ao governo Marcus Alexandre (PT) – que aparece com 43% das intenções de votos – e Gladson Cameli (PP), com 41%. Tanto na pesquisa espontânea quanto estimulada, o prefeito Marcus Alexandre aparece na dianteira.

Perdendo espaço
O resultado deve ser visto com preocupação pelos setores da oposição, pois mostra que Gladson Cameli vem perdendo espaço, levando em consideração a primeira pesquisa realizada. Falta organização e preparo? Tem um deputado da oposição que diz que sim.

Não elege
Claro que pesquisa é apenas um referencial de momento e não elege ninguém. Mas, esta última só mostra o que muita a Coluna vem afirmando de que a disputa do governo não será nada fácil para nenhum lado. Meses atrás, Gladson era o favorito, hoje, a bola da vez é Marcus Alexandre. Nada garante que o quadro não possa mudar. Um passo em falso pode render uma derrota.

Senado
Quando o assunto é Senado Federal, de acordo com a pesquisa, os pré-candidatos com maiores chances de vitória são os senadores Jorge Viana (PT) e Sérgio Petecão (PSD). Marcio Bittar (PMDB) continua com certa dificuldade em emplacar sua candidatura e Ney Amorim (PT) ainda é o pré-candidato que mais cresceu nas pesquisas.

Deputados novos
A Assembleia Legislativa terá uma boa renovação. Cinco vagas já estão em aberto: a do deputado Ney Amorim (PT), que é candidato ao Senado; do deputado Chagas Romão (PMDB), que não sairá à reeleição e as dos deputados Eber Machado (PSDC), Nelson Sales (PP) e Jesus Sérgio (PDT), candidatos a deputado federal.

Chateados
Os partidos nanicos da FPA ainda não engoliram a história do chapão na disputa à Câmara Federal. Já existe até uma revolta ensaiada. Dizem que não aceitarão pressão de nenhum lado. Sabem que o chapão só será benéfico para os candidatos que já possuem mandato.

Pior para eles
Os deputados Jesus Sérgio (PDT), Eber Machado (PSDC), Nelson Sales (PP), vereador Manuel Marcos (PRB), ex-deputado Henrique Afonso (PV) e diretor do Deracre, Cristóvão Pontes, terão trabalho dobrado caso a chapinha se desintegre.

Trabalho árduo
Com o presidente do PP, José Bestene, na disputa a uma vaga no parlamento estadual, os candidatos à reeleição, Wendy lima, Gehlen Diniz e Nicolau Junior, todos do PP, deverão trabalhar dobrado para garantir um resultado positivo.

Vai sair
O deputado Eber Machado espera uma brecha jurídica para poder deixar o PSDC e se filiar ao PDT do ex-deputado Luiz Tchê. É por meio da nova sigla que concorrerá a uma das vagas da Câmara Federal.

Na disputa
A coligação PSDB-PR-PROS-PSD-PMN promete lançar uma chapa competitiva para a Câmara Federal. Entre os nomes de peso estão Carlos Beirute, Major Rocha, Valdete Sousa, Marivaldo Melo e Antônia Lúcia.

Pressionando
O PMDB corre contra o tempo para formar uma aliança que possa ajudar a reeleição de Flaviano Melo e Jéssica Sales. Ouvi de um dirigente que ainda que o PP não queira, a aliança sairá. É apenas uma questão de tempo.

Eles também
PCdoB e PSB também estão na mesma posição tanto para o parlamento estadual quanto federal. Até o momento, nenhum partido aceitou as propostas de aliança, o que acaba colocando em risco as candidaturas pelas legendas.

No Acre I
Lula e Dilma devem vir ao Acre no final deste mês. A chamada “Caravana das águas”, comandada pelo ex-presidente, vai percorrer os Estados do Tocantins, Acre, Roraima, Pará, Rondônia, Amapá e Amazonas.

No Acre II
A visita é parte da pré-campanha eleitoral iniciada por Lula e seus seguidores petistas rumo à disputa pela Presidência da República. A primeira caravana começou pelo Nordeste e teve sequência pelo interior de Minas Gerais.

Nada divulgado
O anúncio da agenda de Lula no Acre ainda não foi divulgado oficialmente, mas parte da imprensa do Amazonas já noticia a visita do ex-presidente.

Assuntos desta notícia