Coluna Política Nacional – 05/12/2017 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Nacional – 05/12/2017

É candidata
Marina Silva anunciou que voltará a disputar a Presidência da República por seu partido, Rede, em 2018. Apesar da movimentação da acriana, Lula e Bolsonaro seguem disparados na nova pesquisa de intenção de votos do Datafolha, divulgada no final de semana.

Números
Lula lidera mesmo quando a pesquisa é feita sem a apresentação de nomes.

Quem apoiar?
O presidente do Livres, Rodrigo Pires, em entrevista a um site local, pontuou que o partido ainda está analisando a quem irá declarar apoio na disputa ao governo do Estado em 2018. Mas, fez questão de frisar que a sigla vai para a coligação mais preparada para desenvolver a economia do Acre.

Jargão Livres
“Vamos falar de ideias e não de pessoas”, disse Rodrigo Pires. Foi exatamente esse pensamento que possibilitou a proximidade entre o Livres e o Partido Progressista.

Os outros candidatos
Com relação ao apoio à pré-candidatura do coronel Ulysses, Pires disse que o papo tem sido muito reto e que o partido foi colocado à disposição do grupo do militar quando eles ainda tentavam entender se o nome era Ulysses ou Alan Rick.

Agora não
Não esperem um posicionamento do Livres antes de fevereiro. Se tem uma coisa que o partido deixou bem claro é que não tem pressa em anunciar a quem irá apoiar. Será uma decisão muito bem estudada.

E agora, Tchê?
O secretário Aberson Carvalho, da Semeia, está deixando a pasta para assumir a direção do Iapen. A mudança faz parte de um acordo do PDT com o governo para ampliação do espaço do partido na estrutura administrativa do atual governo.

Chateados
A notícia desagradou aos dirigentes dos partidos nanicos. Isso porque corre um risco enorme do PDT deixar a chapinha na disputa à Câmara Federal.

Sem credibilidade
Embora Tchê negue que o PDT irá deixar a chapinha, sua palavra está sendo vista com desconfiança. Nos bastidores, o comentário que prevalece é o de que o pedetista usou essa aliança como moeda de troca. Os nanicos já deixaram claro que não aceitarão nenhuma traição.

Bônus e ônus
Uma coisa é fato, Tchê será cobrado dos dois lados. Alguém tem alguma dúvida de que lado ficará? Eu não. Mas, ninguém pode reclamar, pois, se tem uma coisa que o pedetista faz questão de deixar claro é que trabalha em prol do crescimento do partido.

Será que vai?
E quanto à Semeia, a Vereadora Elzinha Mendonça (PDT) é no momento a mais cotada para assumir a vaga deixada por Aberson.

Ele disse
“Eu sou uma soldada do nosso partido. Isso aí é somente uma conversa ainda em construção. Não tem nada definido ainda. A gente tem que ter uma conversa com o nosso grupo. Não fui eleita sozinha”.

A suplente assume
Caso Elzinha aceite comandar a Semeia, sua suplente Sandra Asfury assume como vereadora. Aí o jogo muda para a esposa do ex-deputado Jamyl Asfury (PSC), tendo em vista que seu nome está entre os que pretendem disputar uma das vagas na Aleac. Provavelmente deixará a disputa.

É o vice
O médico Eduardo Veloso (PSDB) será o vice de Gladson Cameli (PP) na chapa que disputará o governo do Acre na eleição do próximo ano. A notícia não agradou a todos do grupo do progressista, em especial, do PMDB. A turma queria alguém de dentro do partido. A segunda opção seria alguém de dentro do DEM.

O motivo
A rejeição não se dá pela pessoa, mas pelo partido que Veloso representa. Tem muito peemedebista que não tolera o major Rocha. E se tem uma coisa que não desejam no momento é ver o PSDB se fortalecendo.

Mal avaliado
O governo Michel Temer (PMDB) segue sendo muito mal avaliado pelos brasileiros, mas o índice oscilou negativamente pela primeira vez após subida constante desde que o presidente começou a ser avaliado pelo Datafolha, em julho do ano passado.

Nível alto de rejeição
Temer é rejeitado por 71%, uma variação de dois pontos para baixo do registrado em setembro – dentro da margem de erro. Acham o governo regular 23%, contra 20% na pesquisa passada, e os que o aprovam como ótimo ou bom seguem sendo 5%. Uma reeleição, por hora, segue impossível.

Assuntos desta notícia