Coluna Política Nacional – 28.01.2018 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Nacional – 28.01.2018

Petistas devem ser acusados de apologia ao crime
Partidos governistas já avaliam representar contra os senadores Lindbergh Farias (RJ) e Gleisi Hoffmann (PR) junto ao conselho de Ética no Senado por apologia ao crime. Eles pregam “desobediência civil” e até “luta armada”, para impedir o cumprimento da sentença do ex-presidente Lula, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A dupla ainda insultou o Judiciário, uma instituição do Estado.

Juramento rasgado
Quando tomam posse, os senadores juram “guardar a Constituição federal e as leis do País”, juramento rasgado por Lindbergh e Gleisi.

Ofensa à Justiça
O deputado Wadih Damous (RJ), da bancada porralouca do PT, ofendeu o TRF-4 chamando-o de “pelotão de fuzilamento fascista”.

Injúria pessoal
A injúria pessoal também ficou caracteriza quando Lindbergh se referiu ao desembargadores que condenaram Lula como “corja”.

Cadeia nele
O macabro Stédile (ele vive de quê, mesmo?), do MST, ameaçou a Justiça avisando que impedirá a prisão do condenado por ladroagem.

Defesa pode tentar até embargos dos embargos
A legislação brasileira é uma gracinha: há a possibilidade de a defesa de Lula interpor embargos de declaração nos embargos de declaração, de forma a protelar ainda mais o exaurimento de recursos no âmbito da segunda instância. Cumprida essa fase, segundo decisão da oitava turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o ex-presidente passará a cumprir sua pena de 12 anos e 1 mês de prisão.

Prazo de dois dias
Após publicação da decisão de quarta (24), a defesa do condenado terá 48 horas para apresentar os tais “embargos de declaração”.

Prisão logo ali
Apesar das manobras protelatórias, Lula deverá começar a cumprir sua sentença em 40 dias, na melhor hipótese, ou no máximo até julho.

Decisões de ocasião
Caso o Supremo Tribunal Federal não reveja a decisão de autorizar prisão após condenação em segunda instância, Lula recorrerá preso.

Desistiu de nadar?
A notícia de que o ex-presidente Lula “desistiu de viajar” para a Etiópia não passa de enganação. É como um peixe pescado “desistir de nadar”. Sem passaporte, ninguém pode viajar para fora do Mercosul.

Lula escapou
Com base na lei, o MPF alegou que se o juiz entendesse que recolher o passaporte não era suficiente para suprimir o risco de fuga, que decretasse a prisão de Lula. O juiz apenas recolheu o passaporte.

CNBB no muro
Defensora de Lula desde o início da Lava Jato, a CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) também defendeu a Lei da Ficha Limpa. A entidade agora se finge de morta, mas terá de definir o que vale mais: condenado por corrupção ou a lei para evitá-la.

Não foi surpresa
A defesa de Lula já sabia que a oitava turma do TRF-4 é mais rigorosa que o juiz Sérgio Moro. Em julgamentos de 74 réus, os desembargadores aumentaram a pena para 32 acusados (43%).

Fábrica de mentiras
Após divulgar foto de fila de ônibus retidos na fronteira argentina como se fossem ônibus lotados de petistas em direção a Porto Alegre, o PT tentou enganar incautos divulgando artigo equivocado pró-Lula, no site do New York Times, como se fosse posição do jornal e não do autor.

Está inelegível
A candidatura de Lula é tida como virtualmente impossível pelo criador da Ficha Limpa, o advogado Marlon Reis: “ele está inelegível”. Sobre a liminar, Reis alerta que a candidatura dependeria do “juízo do relator”.

O Polo bomba
O Polo Industrial de Manaus faturou R$ 8,48 bilhões (US$ 2,59 bilhões) em novembro passado. Este foi o melhor resultado individual mensal do ano em moeda nacional e em moeda estrangeira.

Temer no SBT
O presidente Michel Temer será entrevistado no Programa Silvio Santos, neste domingo (28), e no Programa do Ratinho, na segunda (29), para defender a Reforma da Previdência.

Pensando bem…
…ao contrário do que eles próprios pensam, ser petista não resulta em imunidade penal.

Assuntos desta notícia