COM BRÓCOLIS: Faz mal ou não? Devo comer ou não? Emagrece ou não? – Jornal A Gazeta

COM BRÓCOLIS: Faz mal ou não? Devo comer ou não? Emagrece ou não?

lactoseO bombardeio é diário. Eu, pelo menos, me sinto assim: bombardeada de informações. E não é para menos. Um dia “pode”, no outro “não pode”. É o lado ruim da informação fácil, difundida de forma confusa e irresponsável. Cada organismo é um mundo diferente e as verdades nunca são absolutas. Nas redes sociais, procuro prestar atenção ao que profissionais respeitados publicam e sempre há muitas controvérsias. Mas, que tal construir conhecimento nos cercando de dados e informações de qualidade e lançando um olhar crítico sobre o que lemos por aí? #ficaadica

Pensando nisso, resolvi compartilhar a opinião do Dr. Paulo Gentil – doutor em ciências da saúde, graduado em Educação Física e autor de livros sobre emagrecimento e hipertrofia – sobre a polêmica ingestão da LACTOSE, recém publicada em perfil no instagram (@drpaulogentil).

LACTOSE: cortar ou não?
“A moda é ser radical! Corta glúten, corta carboidratos, corta gordura, corta lactose … mas será que isso é necessário?

Quanto ao leite, vale destacar que somos os únicos mamíferos que insistimos em nos alimentar de laticínios na fase adulta, pior ainda, leite de outros animais! O problema é que o leite possui um carboidrato chamado lactose, e sua digestão se dá por uma enzima específica, a lactase. Caso haja deficiência na produção dessa enzima (como seria normal após o desmame) haverá intolerância, que se reflete principalmente em desconfortos gastrointestinais. E isso pode ocorrer em qualquer momento da vida, como nos casos de pessoas que não tinham nenhum problema com leite e, de repente, passam a manifestar intolerância (como aconteceu comigo!).

No entanto, cortar laticínios não é tarefa fácil, pois o leite e seus derivados fazem parte da nossa cultura e dos nossos hábitos, e se tornaram uma importante fonte de nutrientes. Além disso, muita gente gosta deles! Enfim, a pergunta que ouço bastante é: devo evitar o leite? E a resposta é: depende!

Em um estudo recente, pesquisadores australianos compararam os efeitos de refeições com ou sem laticínios no conforto gástrico e desempenho de ciclistas. Para garantir que as comparações envolviam a origem dos alimentos, as refeições continham as mesmas quantidades de nutrientes e calorias. Os resultados revelaram que as refeições com laticínios não promoveram desconfortos antes, durante ou após o exercício e nem atrapalharam o desempenho em um teste de 90 minutos que chegava à exaustão

Devemos ter cuidado com a diminuição indiscriminada na ingestão de laticínios, pois isso pode reduzir fontes de nutrientes importantes, como proteínas e cálcio. Enfim, não estou defendendo e nem condenando o leite. Mas estou dizendo para não seguir gurus e nem dietas da moda, pois isso pode te privar de alimentos importantes à toa. Caso decida cortar os laticínios, converse com seu nutricionista para reequilibrar sua dieta!

Tudo bem que aparecerão os jovens que puxam para o outro extremo e dirão que a melhor bebida para o atleta, que vai te deixar forte, rápido, alto e bonito! “Mas não é nada disso, o leite é apenas um alimento que tem seus benefícios e suas limitações. Cabe ao nutricionista orientar adequadamente quanto à sua utilização”. (Paulo Gentil)

Adeus, olheiras!

A fisioterapeuta Quédma Amaral, em entrevista ao Programa Geração Gazeta (TV Gazeta).
A fisioterapeuta Quédma Amaral, em entrevista ao Programa Geração Gazeta (TV Gazeta).

Se você sofre com olheiras, bolsas ao redor dos olhos ou simplesmente quer iluminar e descansar o seu olhar, a dica de hoje é o tratamento LIGHT EYE COMPLEX, da Cosmo Beauty, já disponível no Espaço Quédma Amaral. Estivemos na Clínica para acompanhar os procedimentos e comprovamos os resultados! Vale a pena experimentar!!!

Tratamento Light Eye Complex. Na foto: Quédma e sua paciente, Carolina Renata Rodrigues.
Tratamento Light Eye Complex. Na foto: Quédma e sua paciente, Carolina Renata Rodrigues.
Assuntos desta notícia