COM BRÓCOLIS: “Você já pensou quantos anos espera viver?” – Jornal A Gazeta

COM BRÓCOLIS: “Você já pensou quantos anos espera viver?”

quantosanosvoceesperaviverPara você refletir…

Texto de Lucas Oliveira

“No século XX as pessoas apresentavam uma menor expectativa de vida, pois o desenvolvimento de patologias infecciosas como: pneumonia, tuberculose, difteria e a conhecida gripe, eram as grandes causadoras de mortalidade.

Conforme avançamos no século XXI, descobrimos que as pessoas sofrem e morrem pelo que conhecemos como doenças degenerativas crônicas. Entre elas identificamos: doença arterial coronariana, câncer, diabetes, AVCs, artrite, degeneração macular, Alzheimer, mal de Parkinson, esclerose múltipla, artrite reumatoide e a lista não para por ai.

Segundo Dr. Myron Wentz estamos essencialmente “vivendo pouco e morrendo muito”. Wentz é um reconhecido micro-biologista e imunologista americano, pioneiro no desenvolvimento da tecnologia de cultura de células humanas e diagnósticos de doenças infecciosas.

Um dos médicos homenageado com o Prêmio Albert Einstein para a realização proeminente nas ciências da vida.

Para Wentz o estresse oxidativo tem se tornado um dos maiores problemas de mortalidade desta geração, fator principal para o desenvolvimento das inúmeras patologias crônicas.

Embora toda essa transformação ocorra internamente em nosso corpo e sob nosso metabolismo é muito mais fácil observar seus efeitos oxidativos na superfície externa do corpo, através da nossa pele.

Segundo o doutor Ray D. Stand “nossa pele reflete o comportamento do nosso metabolismo” e exemplifica, ao analisar um retrato de família que reúne várias gerações, veremos a significativa diferença de pele entre os membros mais jovens dos membros mais velhos, esse efeito ocorre devido ao estresse oxidativo. Da mesma forma ocorre uma decadência interior em nosso metabolismo, onde as pesquisas atuais comprovam que o processo de envelhecimento esta atrelado a esse estresse, causado pelos radicais livres.

“Radicais livres são em sua maioria moléculas ou átomos de oxigênio que possuem no mínimo um elétron solitário (ou desemparelhado) na órbita externa para a produção de energia celular”.

No processo de utilização desse oxigênio (chamado de oxidação), criam-se os radicais livres, também denominados como espécies reativas de oxigênio. Seu processo de movimentação é tão violento que já observaram quimicamente que eles geram fagulhas de luz dentro do corpo, causando danos à membrana celular como: parede dos vasos sanguíneos, proteínas, gorduras e até mesmo junto ao núcleo do DNA das células, dando origem a mutações celulares e consequente-mente a várias doenças.

Hoje é amplamente reconhecido que o estresse oxidativo é um fator importante associado a doenças agudas e crônicas, in-cluindo: câncer, diabetes, doenças cardiovasculares e doenças neurodegenerativas.

Como evitar tais reações?
Várias décadas de pesquisas se concentraram em estudar a ligação entre estresse oxidativo e doenças que resultaram na identificação de importantes biomarcadores desse estresse, e encontram nos ANTIOXIDANTES o caminho para combater tais danos à saúde humana, pois apesar do nosso corpo produzir naturalmente radicais livres e antioxidantes, os radicais livres superam a produção de antioxidantes naturalmente. Como base nesses fatos, pesquisas apontam que aumentar a ingesta de antioxidantes é essencial para uma ótima saúde, especialmente nos dias de hoje, onde vivemos em meio a um alto nível de poluição global que prejudica a qualidade dos alimentos (produtos fundamentais para a obtenção de vitaminas, minerais, fitoquímicos e enzimas funcionais), capaz de fornecer proteção adicional à saúde humana.

Segundo o American Heart Association e o American Cancer Society (Instituto Americano para Pesquisa do Câncer), existe uma abundância de estudos que sugerem a utilização dos grãos integrais, frutas e legumes como alimentos benéficos em prol da saúde, apresentando quantidades adequadas de antioxidantes protetores, evitando parte desses processos degenerativos.

Se você pretende viver mais que a geração do século XX, é hora de se preocupar com sua saúde e longevidade, fazendo escolhas certas e ajudando seu metabolismo no combate a essa guerra metabólica, pois as escolhas de hoje resultarão na sua velhice e no ser humano de amanhã”.

Lucas Oliveira
Healh and Performance Consultor
CREF: 051944 -G/SP
OBS: Em Rio Branco, contato através da Face Clean*


DICA FIT

Cookies Paleo com Gotas de Chocolate
receitafit1
Receita facílima, sem glúten, lactose e que fica pronta em menos de 30 minutos!
Vamos lá…

Receita
Ingredientes:
1 Ovo
¼ xic Óleo de coco (derretido)
¼ xic Mel ou açúcar demerara
½ cchá Extrato de Baunilha
1/2 xic de Farinha de Aveia ou coco
1/2 xic de aveia
¼ colher de chá sal rosa
3 colheres de coco ralado
½ xic Gotas de chocolate meio amargo (ou de sua preferência)

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes
Deixe a massa descansar por 10 minutos
Molde os cookies com a ajuda de uma colher
Leve ao forno pré-aquecido em 180º graus por aproximadamente 10-14 minutos

GALERIA #COMBROCOLIS

Renata Peiró, praticando seu esporte favorito desde sempre: NATAÇÃO!
Renata Peiró, praticando seu esporte favorito desde sempre: NATAÇÃO!
Pausa para o click #combrocolis da nutricionista Carla Camila, antes do treino de Cross Fit, em Porto Velho
Pausa para o click #combrocolis da nutricionista Carla Camila, antes do treino de Cross Fit, em Porto Velho

 

Assuntos desta notícia