Deixe o passado no passado – Jornal A Gazeta

Deixe o passado no passado

Olá, tudo bem?

Como vai você?

Eu não sei se você leitor é uma destas pessoas que neste momento está preso (a) ao passado, chorando, se lamentando daquilo que fez, deixou de fazer, ou das perdas sofridas e, algumas vezes, irreparáveis.

Lembranças te prendem a um passado que passou. Ele não volta mais, e nós sabemos perfeitamente que máquina do tempo não passa de ficção.

Dores, mágoas, tristezas, raiva, desgosto, angustia, culpa, medo…, arrependimentos te aprisionam, fortalezas mentais são levantadas, e sem perceber você está escravizado (a) a lembranças, sofrendo, afinal, seu tempo parou justamente lá, naquele episódio que tem desencadeado inclusive alguns problemas em sua saúde psicológica, emocional e porque não dizer espiritual.

Lembranças estas que podem neste momento está afetando a sua vida, suas relações, seu casamento, seu trabalho, a criação dos seus filhos…

É triste ver que fatos chocantes acontecidos no passado, deixam traumas, algumas vezes irreversíveis.

Outras vezes pode ter tornado você inseguro (a), carente, fragilizado (a), com medo de enfrentar a vida, medo de lidar com pessoas.

Perdendo inclusive, a confiança em si mesmo.

Ainda existe aqueles que se revoltam e passam a vida agredindo pessoas que nada tem a ver com a dor ou humilhação que o fora causado, trazendo prejuízos para si mesmo.

Eu costumo dizer para as pessoas: Passado não muda, liberta-se!.

Mas Claudia, você acha que é tão simples assim se libertar de algo que tanto nos feriu?

Eu sei que não é, mas na pergunta feita, existe uma palavra que eu não posso desconsiderar: Libertar.

Portanto, com relaçãoao passado é necessário estarmos dispostos a nos libertar, não querermos mais carregar este fardo que nos adoece e cansa em todos os aspectos.

Quanto a esquecer, eu lamento te informar que isto só pode acontecer caso sofra uma amnésia ou alguma doença que destrua a memória, e eu não desejo isso para você.

Então, trate a dor, ou o sentimento que te prende ao passado, liberte-se! Assim, as lembranças permanecerão sem te atingir ou fazer sofrer, e ficarão lá, sem te afetar,porém lembrando a você, que a vida passou por ali.

É preciso muita coragem, força, garra e determinação para afirmar confiantemente: Eu não aceito carregar mais isto em minha vida. Chega! Quero viver!

Então, meu amigo, minha amiga, puxe a âncora que te prende neste porto. Conheça a beleza de outros mares, de outras águas, siga com seu barco na certeza de uma vida mais leve, mais suave, pois terá a sensação ao puxar a âncora, de ter removido de dentro de si, um gigantesco peso, sim, os grilhões, as correntes de aço que te aprisionavam.

Ao libertar-se do passado, você verá a sua vida sair do lugar, sua mente estará livre e seu passado também. Tudo fluirá a uma nova vida.

Pois é Claudia, o pior é que para me libertar do passado, eu terei de perdoar, e sinceramente não consigo.

Eu lamento afirmar que neste caso você continuará prisioneiro de um passado que não existe mais, justamente pelo fato de não conseguir ou não se dispor a perdoar.

Está valendo a pena?

Que preço tem pago?

O que tem deixado de viver?

Refletir é pensar sobre os nossos pensamentos.

Então, o que acha de fazê-lo?

Caso contrário permanecerá prisioneiro destes pensamentos atormentadores, que chegam a cansar a sua mente, te perturbando, oprimindo, confundindo e te adoecendo.

Olha só, é no presente que você se liberta do passado, mas se não conseguir sozinho existe diversas ajudas, inclusive Deus.

Use sua força, sua fé e faça as suas próprias escolhas observando bem os caminhos que te serão apresentados, porém, o principal deles é a sua liberdade.
Sim, livre das angústias, dores, mágoas e tristezas que estão em sua cabeça.

Lembre-se que o presente está em suas mãos, o poder de decisão está com você, as escolhas são suas, e uma vida saudável depende de sua atitude diante do passado que passou.

Tudo pode ser diferente, acredite!

Transforme a realidade existente que te torna impotente e incapaz de sentir o sabor da felicidade, de ter verdadeiras amizades, relacionamentos saudáveis, casamento de paz.

Vamos! O que está esperando? Mexa-se! É a sua vida que está em jogo!

Eu sei que viver é uma tarefa difícil!

Mas procure encher seu coração de amor. Ame-se!

Este é o primeiro passo para deixar o passado no lugar dele, aprendendo a se amar e amando aquele que no momento encontra-se ao seu lado, o presente.
Ele quer te apresentar a beleza de uma vida livre de crenças mentais que foram tumultuando a sua mente no decorrer da sua vida, tornando-o prisioneiro.
Chega de amargura e ressentimento.
A vida é um presente que está no presente. Abrace-a!
Sabe meu amigo, minha amiga, eu desejo sinceramente que neste momento você comece a arquitetar o seu presente, planejar e executar esta obra que poderá culminar numa perfeita obra de arte. E nesta perfeição, o passado não faz mais parte, pois você conseguiu resolvê-lo deixando-o no lugar que deve permanecer: no passado.

Então, liberte-se e viva o presente!

Claudia Correia é psicóloga
Um grande abraço!
Fica com Deus.
www.claudiacorreia.com.br
Facebook: Claudia Correia de Melo
E-mail: claudiacorreiamt@hotmail.com

Assuntos desta notícia