Depasa promove campanha contra desperdício de água – Jornal A Gazeta

Depasa promove campanha contra desperdício de água

Uma das principais consequências deste período de estiagem interfere diretamente no cotidiano: o aumento no consumo de água. No entanto, o atendimento pleno dessa demanda fica comprometido pela redução do volume de água de rios e mananciais.

Um exemplo dessa realidade está condicionado aos mais de nove mil moradores de Bujari, que vivencia uma redução no fluxo de abastecimento. Com a pouca quantidade de água, muitas dificuldades vêm à tona.

“Tudo começa a ser racionado em casa: o banho e a limpeza, fora o acúmulo de louças e roupas sujas, ou seja, um tormento para qualquer dona de casa”, relata Gicélia de Souza, moradora da Rua Manoel Lima, que fica na parte central.

Outro agravante desta situação está no aumento dos gastos financeiros dos habitantes, como comenta Maria do Carmo Cruz, moradora da Rua Expedito Pereira. “Quando a caixa d’água seca, ou você compra água ou fica sem fazer as coisas de casa. Não temos saída, nosso orçamento do mês fica comprometido, por isso precisamos de ajuda” disse.

No intuito de amenizar os problemas vivenciados pelos moradores, assim como Gicélia e Maria do Carmo, há dez dias o governador Tião Viana determinou o envio de oito caminhões-pipa para auxiliar o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento  (Depasa) no município.

Mais de 640 mil litros de água tratada saem da ETA 2 em Rio Branco para a central do Bujari, que os distribui para as mais de 1.500 ligações domiciliares.

Outra atuação estratégica para superar essas adversidades está no uso consciente da água. Os agentes de contato social do Depasa percorrem a área urbana do Bujari para dialogar com a comunidade, além de detectar pontos de vazamentos e encaminhar as solicitações para os imediatos reparos.

Assuntos desta notícia