Diet X Light – Jornal A Gazeta

Diet X Light

DietPor Carla Camila, nutricionista

Uma dúvida frequente em consultório.

Nos dias de hoje consumir alimentos com o intuito de reduzir calorias, açúcar, gordura, lactose, glúten nunca esteve tão na moda.

A indústria oferece cada vez mais opções de alimentos Diets e Lights como por exemplo: pães, geleias, sucos, refrigerantes, bolos… Para o público que deseja manter uma alimentação “saudável”. Mas será que você está sabendo escolher o produto certo para o seu objetivo? qual a diferença entre eles? Quais malefícios desse consumo?! É o que vou explicar agora.

O termo diet é utilizado para sinalizar a retirada de algum nutriente específico do produto. O público alvo seria para aqueles grupos de pessoas com condições fisiológicas e patológicas (doenças). Tendo como exemplo os diabéticos, que nesse caso não podem consumir açúcar em sua dieta, sendo a substância retirada do produto e substituída por outra (adoçante).

E as calorias? Pois bem, nem sempre os alimentos diets apresentam uma diminuição significativa de calorias, sendo estes não indicados para as pessoas que têm por objetivo o emagrecimento.

Já os produtos ligths são reduzidos em até 25% de um determinado nutriente em relação ao alimento, como por exemplo a gordura e o açúcar. Portanto, a diferença é. Produtos diets: isento e light: redução de até 25% de um determinado nutriente específico do alimento convencional.

Como se trata de alimentos industrializados o seu consumo deve ser moderado ou até mesmo evitado, uma vez que esses alimentos por ter uma vida de prateleira (validade) possuem em sua composição aditivos químicos, conservante e corantes, podendo seu consumo em excesso desenvolver doenças como por exemplo o câncer e demais outras.

Então a dica é: tenha o hábito de analisar o rótulo dos alimentos, sempre comparando um com o outro, escolhendo as melhores opções.

O auxílio de um profissional capacitado (nutricionista) não é descartado, ele orientará as melhores opções alimentares e quantidades de acordo com os seus objetivos e necessidades.

#EuSouVerdeVida
#TeamVerdeVida
#NaVerdeVidaTem
#VempraVerdeVida
#PeloSeuBemEstar

RECEITA FIT
PIZZA
Pizza de BRÓCOLIS (Low Carb)
Low carb significa que a receita é pobre em carboidratos, tornando-se uma ótima opção para a noite.

Leve e nutritiva, a pizza embora não tenha a crocância da massa original, engana bem pelos recheios utilizados.

Além disso, a receita é glúten free e pode ser consumida por quem tem intolerância.

Ingredientes Massa:
– 1 brócolis inteiro (daquele durinho, também chamado de chinês) ou 1 couve flor
– 1 clara
– sal e pimenta do reino à gosto.

Ingredientes recheio:
– 80g de peito de frango cozido e desfiado
–1/2 xícara de molho de tomate
–  2 colheres de sopa (50g) de requeijão light
–1 tomate grande cortado em rodelas
–sal e pimenta do reino à gosto
– 1 cebola cortada em cubinhos

Modo de Preparo:
–Corte o brócolis, aproveitando os talos também. Cozinhe-o, de preferencia no vapor.
– Amasse com um garfo ou triture com o mixer até o brócolis se desmanchar.
–Esprema o conteúdo em uma peneira para tirar todo o excesso de líquido.
– Deixe esfriar um pouco e junte o ovo, misturando tudo.
–Despeje em uma forma de pizza redonda e leve ao forno até a massa secar e endurecer. (aproximadamente 25 minutos).
–Refogue a cebola, o frango e o molho de tomate, temperando-os.
– Monte a pizza: coloque o molho de frango sobre a massa, rodelas de tomate e despeje o requeijão por cima de tudo.
–Leve ao forno para aquecer.

Receitinha do Blog da Mimis*

Galeria #combrocolis

Assuntos desta notícia