É lamentável – Jornal A Gazeta

É lamentável

Seja pelo proverbial “complexo de vira-lata” ou porque questões de políticas menores, é lamentável que alguns segmentos políticos ainda não se deram conta da importância de o Acre participar desses encontros internacionais sobre questões ambientais, como acontece nesses dias com a Conferência das Nações Unidas sobre o Clima, na Alemanha.
Se não fora pela importância e urgência de se debater um dos graves problemas que preocupam todas as nações civilizadas, deveriam, pelo menos, entender que o Estado está conseguindo significativos recursos com a sua participação.
Com informou em entrevista coletiva o governador Tião Viana, com a participação desse encontro na Alemanha, o Estado será contemplado com R$ 113 milhões, além de já ter obtido outros R$ 100 milhões de organismos internacionais pelo esforço que vem fazendo na preservação ambiental.
Evidentemente, que a destinação desses recursos tem destino certo, que é aplicação em projetos ambientais que já estão sendo desenvolvidos no Estado junto às comunidades rurais, indígenas e ribeirinhos, entre outros. Tanto na produção agroextrativista, como em educação e saúde, proporcionando a essas comunidades uma qualidade de vida que, certamente, não teriam nos bolsões de pobreza das cidades.

Assuntos desta notícia