Emocional abalado

Postado em 15/12/2016 23:53:56

Poucas tragédias mexeram tanto com o meu emocional como o acidente do avião da Chapecoense. Quantos anos se passaram entre o dia 29 de novembro e hoje? O acidente, a causa, a tristeza das famílias que ficaram sem seus entes queridos, a comoção mundial, tudo isso ainda está sendo processado no meu cérebro e coração.

Tem sido um pesar doloroso. Tudo que aconteceu de janeiro até outubro deste ano parece estar distante, não consigo lembrar, mesmo que eu me esforce. É como se tivesse perdido uma parte de mim que não estava naquele avião, mas estava.

Acompanhar ao vivo a dor dos familiares, amigos e colegas de trabalho me deixou ainda mais em choque. Parece que envelheci alguns anos. Mais triste ainda fiquei ao ver vídeos da felicidade daqueles jovens profissionais que estavam no auge da carreira, com uma vida pela frente, construindo famílias, construindo um legado.
Sou daquelas que acredita em destino, que tem fé e confia nas escolhas de Deus. Mas, ainda me pergunto: como um homem pode escolher não ter “certeza”? Porque voar com um tanque que não estava suficientemente cheio para chegar ao destino final? Por dinheiro? Por quê?

Vários textos que li me emocionaram, mas um em especial me fez refletir no verdadeiro sentido da vida. Refletir sobre o amor. A esposa do jornalista Giovanne escreveu um relato que dificilmente eu conseguiria, se estivesse no lugar dela. Ela conta como foram os dias após o acidente em que o marido morreu.

No relato, entre outras coisas, ela fala da casa cheia como ele gostava, mas daquela vez não era pelo mesmo motivo. Conta sobre uma cobertura jornalista “daquelas”, mas não sobre algo gostoso de assistir.

Depois de ler e soluçar de tanto chorar, agradeci. Agradeci pela minha vida, dos meus amigos e familiares. Agradeci pelas pequenas coisas do dia-a-dia. Mas, agradeci, principalmente, pela força daquela mulher que mesmo depois de “perder o chão” tem conseguido seguir em frente. E é esse o meu desejo, que todas as pessoas que perderam alguém naquela tragédia encontrem força para seguir adiante.

editorial

Surpreendente e ousado

 

Com a crise econômica, política e institucional que continua sem perspectivas de acabar, chega a ser surpreendente e ousado que um Governo de Estado como o do Acre anuncie um investimento de R$ 1 bilhão em setores estratégicos até o próximo ano. Contudo, foi o que fez o governador Tião Viana ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook