Enccja substitui o Enem para diploma do ensino médio e fundamental – Jornal A Gazeta

Enccja substitui o Enem para diploma do ensino médio e fundamental

 Este ano, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve várias mudanças. Umas delas é que a prova deixa de fazer parte da lista de testes que garantem o certificado do ensino médio.

Agora, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) valerá para a certificação para ensino médio e fundamental. O edital será publicado no dia 24 de julho. As inscrições são gratuitas e ocorrem de 7 a 18 de agosto.

O coordenador de Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação e Esporte (SEE), Wudson Chaves, explica que a prova é uma oportunidade para os jovens e adultos, que moram no Brasil ou no exterior, a oportunidade de concluir o ensino médio e fundamental.

A prova não era aplicada desde 2014. “O Encceja tinha sido despotencializado pelo Enem ao longo dos tempos, sobretudo no ensino médio. É muito curioso porque ele é aplicado no Brasil, no exterior e para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL)”.

A estimativa é mais de 200 mil participantes no ensino fundamental e de mais de 800 mil candidatos de nível médio, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ao todo, 564 municípios vão participar do exame.

O candidato precisa acertar pelo menos 50% em cada área, inclusive na redação, para receber o certificado de conclusão. Serão 120 questões com 30 itens de múltipla escolha por área, além da redação.

Chaves rebate as críticas feitas aos programas suplementares que possibilitam a conclusão do ensino com apenas uma avaliação. Para ele, o exame é essencial para aumentar a qualificação, sobretudo na hora de fazer concurso público.

“Acho esse programa fantástico. Pior do que a pessoa fazer um simples exame de certificação é não ter nenhuma formação e continuar privado do direito de competir minimamente. Hoje pra se fazer um concurso, por exemplo, é necessário ter um certificado”.

Assuntos desta notícia