Enquanto é tempo

Postado em 29/12/2016 16:02:03

No dia em que Rio Branco, a Capital do Estado, completa mais um ano de sua fundação, além das festividades, deve servir também de reflexão por parte das autoridades e da sociedade sobre como é viver nesta cidade.

É evidente que as boas ou más condições de vida de uma cidade dependem do empenho e da capacidade de seus administradores, eleitos pela sociedade, em torná-la um lugar agradável e, sobretudo, saudável. Sobre este aspecto, houve sim avanços significativos nas últimas décadas, mas há graves problemas estruturais ainda por resolver, como levar o saneamento básico à casa de cada morador.

Contudo, não são somente essas condições materiais que tornam uma cidade um lugar bom para se viver. Entre outros aspectos, é preciso que cada cidadão se sinta seguro em sua casa, se sinta tranquilo de ir e vir e, neste quesito, há que se admitir que, nos últimos tempos, Rio Branco não está proporcionando esta segurança.

Ontem mesmo, o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, em entrevista coletiva, alertou que o Estado está fechando este ano como um dos mais violentos de sua história. As causas já se sabe quais são e as providências a serem tomadas, também. Enquanto é tempo, é preciso combater e erradicar as famigeradas facções criminosas e para isso é preciso cobrar da União o combate ao narcotráfico que vem das fronteiras com os países vizinhos.

editorial

Burrice ou má fé

 

Além dos riscos de desmonte de um dos setores mais sólidos da economia brasileira, com prejuízos incalculáveis com a suspensão da importação da carne por mais de 20 países, outra consequência perversa dessa desastrada Operação Carne Fraca é o desemprego. Como se assistiu, nesses últimos dias, frigoríficos do Sul e Sudeste, ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook