Gazetinhas – 02/12/2017 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 02/12/2017

*Segurança, mais segurança.
*E dá pra falar em outro assunto?
*Com a entrada no mês de dezembro, quando as ocorrências de roubos e furtos tendem a crescer, as equipes da Sesp começam a reforçar ainda mais as medidas de combate à criminalidade.
*Uma das ações é o monitoramento de quase 800 presos que usam tornozeleira eletrônica no Acre e que cumprem pena no regime semi-aberto.
*O diretor de monitoramento eletrônico do Iapen, Marcelo Lopes, explica que, com a chegada das festas de final de ano, podem aumentar os casos de detentos que tentam descumprir as normas judiciais.
*Uns não retornam aos presídios no período noturno;
*Outros se aproveitam da movimentação para voltar a praticar crimes…
*E, de fato, as medidas de prevenção precisam ocorrer para evitar mais ocorrências, além das que normalmente são registradas neste período.
*É isso aí.
*Ainda sobre segurança, continua repercutindo a indicação do secretário Emylson Farias como vice na chapa majoritária encabeçada por Marcus Alexandre.
*Ocorre que, mesmo entre eleitores do atual governo, há um descontentamento ou uma incompreensão sobre a escolha do nome do secretário, tendo em vista a ligação que fatalmente ocorrerácom os atuais problemas vivenciados pela Segurança no Estado.
*Do advogado e ex-secretário de governo da FPA Cassiano Marques, veio um desabafo que, bem ou mal, representa o que pensam outros aliados ou ex-aliados da coligação:
* “A pior área do governo atual é a segurança pública, cuja INsegurança atinge a todos”, diz ele.
*Continua:
* “Colocar o representante dessa área como vice candidato ao governo é um tapa na cara de todos os cidadãos de bem acreanos”.
*E por fim:
* “O prefeito Marcus Alexandre perdeu meu voto. À espera de uma terceira via que me convença ou será nulo, pela primeira vez”.
*Eita pau.
*De defensores do governador Tião Viana e do próprio governador, que é o responsável direto pela escolha, vem a justificativa de que colocar o nome de Emylson na chapa é justamente uma medida estratégica para colocar a segurança no mote da campanha…
*E, consequentemente, como prioridade do próximo governo.
* “Precisamos de alguém para dar suporte ao governador nessa área”, defendem eles.
*E até que faz sentido.
*A questão será só convencer a população que o delegado Emylson Farias é, de fato, bom nisso.
*E aí, haja couro de cobra e estômago de avestruz para aguentar a saraivada de críticas da oposição (e, como se vê, da situação também).
*Mais uma missão para o bom marqueteiro Gilberto Braga resolver.
*Vamos acompanhar.

Assuntos desta notícia