Gazetinhas – 06.04.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 06.04.2018

*Sexta-feira saudosa na prefeitura de Rio Branco, com a despedida do prefeito Marcus Alexandre.
*Picuinhas e discordâncias política se/ou pessoais à parte, é preciso destacar o bom trabalho do prefeito petista, nos últimos 5 anos, à frente da administração municipal.
*Não deu conta de cumprir todas as promessas de campanha, é verdade;
*Tampouco de consertar todos os buracos da cidade;
*(Zzzzzzzzz).
*Mas foi um gestor comprometido, incansável e, sim, eficiente, dentro da realidade e dos recursos que dispunha para governar.
*A prova disso foi o resultado que alcançou nas urnas, em 2016, quando foi reeleito, em 1º turno, com quase 55% da aprovação popular, e se tornou o último prefeito do PT à frente de uma Capital do país.
*Independente da vitória ou derrota no próximo desafio (que, de fato, será grande), fica o respeito e o reconhecimento de grande parte da população da Capital ao bom desempenho profissional e também à figura humana de Marcus Alexandre.
*Vá com Deus, prefeito.
*(No sentido mais bem intencionado da frase).
*Ainda sobre os bons e maus momentos da rotina rio-branquense…
*Que vergonha (!), pra dizer o mínimo, a decisão da Câmara Municipal, que excluiu, ontem, os casais homoafetivos do conceito de “família”, na votação sobre o “Estatuto da Vida e Família” do município.
*Mesmo sob protestos e na contramão da luta de movimentos sociais e, inclusive, de decisão do STF que se posicionou, lá em 2011, a favor do reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo como entidade familiar…
*Dez (!) dos nossos vereadores votaram a favor da exclusão.
*Apenas os vereadores Rodrigo Forneck (PT), Jakson Ramos (PT) e Eduardo Farias (PCdoB) foram contra o texto original da lei.
*Dizem que o presidente da Casa, vereador Manoel Marcos, chegou a dizer que o objetivo era encaminhar a matéria para o prefeito Marcus Alexandre, antes que ele deixasse o cargo.
*Pois o prefeito podia se despedir em alto estilo e vetar de vez essa bobagem.
*Olha, olha, prefeito…
*Ou retiro tudo que disse nos parágrafos ali acima.
*Cri cricri.
*Convenhamos: uma lei que servirá pra que, minha gente?
*Mais amor, menos hipocrisia.
*E o telefone toca.
*É ele, nosso brujo do tempo, para alertar sobre uma nova elevação do nível do rio Acre, neste final de semana.
* “Deve ficar próximo à cota de alerta, que é 13,50 metros, em Rio Branco”, diz ele.
*Será o batismo das águas para a nova prefeita Socorro Neri?!
*O Dim desdenha da previsão:
* “Já disse que de alagação ele não entende”.
*Friale rebate: “Veremos!”.
*Deixem de arenga, meninos.

Assuntos desta notícia