Gazetinhas – 06/12/2017 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 06/12/2017

*Brum cabrum…
*O tempo fechou aqui pelos altos da Antônio da Rocha Viana.
*Bem que El Brujo avisou.
*A propósito, o povo tá querendo saber por qual partido o Friale vai sair candidato nas eleições do ano que vem.
*Ele faz suspense…
*Diz que está sendo cobiçado por váaaarios.
*Cof, cof, cof.
*Bom, que o sonho dele de ingressar na política é antigo, a gente já sabe.
*Resta saber se nosso brujinho vai ter essa coragem toda mesmo.
*Porque tem que ter coragem pra mexer num covil de cobras desse ó.
*Mexa com isso, não, homi.
*Cumpra sua palavra nas previsões climatológicas, que já estará cumprindo um papel relevante para a sociedade acreana.
*Cri cricri.
*Falando neles…
*Após os burburinhos do final de semana, após a notícia da indicação de Eduardo Veloso como vice de Gladson Cameli…
*O PMDB se apressou em divulgar uma nota, na manhã de ontem, reafirmando o “apoio integral” à candidatura do senador progressista e à “unidades das forças políticas” no campo da oposição.
*Porém, contudo, todavia, deixou claro:
*Reconhece que a unidade “evoluiu”, “mas ainda não está completa”.
*Huuum.
* “E precisamos conclui-la, sem o açodamento da pressa”, alertou a nota, assinada pelo presidente do partido, deputado federal Flaviano Melo.
*Pra bom entendedor…
*Vamos ver como o líder Gladson Cameli vai lidar com esse entrevero interno aí.
*Mal começou dezembro, e a bandidagem já está com a corda toda, de olho nos estabelecimentos comerciais de maior movimento.
*Na manhã de ontem, um grupo armado rendeu funcionários e clientes de uma Casa Lotérica bem movimentada, no bairro Manoel Julião.
*Como tiveram dificuldade de acessar os caixas, levaram apenas os celulares dos clientes e foram embora, sem transtornos maiores.
*Ainda assim, é daqueles sustos que deixam a população de cabelo em pé.
*Afinal, poderia acontecer comigo, contigo, com nossos filhos e amigos…
*Enfim…
*Ainda na editoria policial, as informações sobre a “Operação Capone”, que prendeu 12 pessoas acusadas por crimes como tráfico de drogas, estelionato e falsidade ideológica.
*Segundo a PF, gente de uma “classe mais alta” e que atuava com crimes há muito tempo no Estado, principalmente relacionado ao tráfico.
*Droga, sempre ela.
*Está em toda parte, sem distinção de classe social.
*Às boas novas:
*Que belezura o primeiro casamento coletivo homoafetivo, promovido pela Defensoria Pública de Rio Branco.
*Mais um passo importante para o reconhecimento dos direitos LGBT no Acre.
*E viva o amor!
*Só ele mesmo pra nos libertar de tanta hipocrisia e maldade entre nossos semelhantes.

Assuntos desta notícia