Gazetinhas 23/08/2017 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas 23/08/2017

*Semana com boas notícias para Segurança Pública estadual…

*É o que se espera, se, de fato, ocorrer o cumprimento das promessas do presidente Michel Temer ao governador Tião Viana.

*Em audiência articulada pelo governador com o presidente, em Brasília, o problema do narcotráfico na Amazônia e da segurança nas fronteiras foi, enfim, debatido de modo transparente e objetivo;

*E Temer se comprometeu a liberar os recursos necessários para construção do esperado presídio federal no Acre;

*E financiar a reforma e a ampliação de todos os presídio estaduais.

*Huuum.

*Será que agora vai?

*Tião fez uma defesa dura e assertiva (bem ao estilo dele) sobre a necessidade de mais investimentos para o combate ao tráfico de drogas nos estados;

*E pediu a criação de um Sistema Nacional de Segurança Pública, com participação de órgãos federais e dos governos estaduais, para agir na região amazônica com o financiamento a partir do Fundo Nacional.

*Quem acompanha as discussões sobre o tema lembra que não é a primeira vez que o governador acreano propõe ações desta natureza;

*Mas, a esperança é que, dessa vez, os apelos tenham sido ouvidos e que resultados efetivos possam ser vistos nos próximos meses.

*Seria uma vitória importante para a população acreana…

*E, particularmente, para o governador petista.

*Primeiro, considerando que a Segurança Pública é, atualmente, o grande problema que assusta os moradores do Estado;

*(Independente das boas estatísticas locais, comparadas ao restante do país);

*Segundo, porque, em véspera de ano eleitoral, Tião mostraria, mais uma vez, a sua alta capacidade de articulação política, independente das diferenças ideológicas e partidárias com o atual Governo Federal.

*Enfim…

*Pelo bem de todos e felicidade geral da nação, vamos ficar na torcida.

*Enquanto isso, na política local…

*A oposição continua no rame rame para escolha do vice na chapa majoritária de Gladson Cameli.

*Bom, pelo menos, até agora, a disputa é somente pela vaga do vice, né?

*Poderia ser pior, se ainda estivessem se digladiando também pela candidatura majoritária.

*E alguém duvida?

*Do presidente do PP local, José Bestene, veio um dos poucos posicionamentos sensatos em meio a tantas disputas de ego e picuinhas pessoais:

* “Vamos deixar essa decisão para 2018…”.

*Tá certo ele.

*Seria, ao menos, uma tentativa de acalmar os ânimos que expõem essa fragilidade tão forte e perigosa da desunião da oposição.

* “Eles não se aguentam. Vão se matar até lá”, profetiza o Dim, convicto, aqui atrás.

*Ooolha…

*Tá lançado o desafio.

 

 

Assuntos desta notícia