Gazetinhas – 24.01.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 24.01.2018

*E hoje o Brasil deve parar!
*Será que é hoje que vamos ver um ex-presidente da República sair preso?
*Eita!
*Mas, calma lá, minha gente!
*O próprio Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e o Ministério Público Federal (MPF) já anunciaram que só haverá prisão quando todas as possibilidades de recurso se esgotarem no tribunal.
*Chora não, coleguinha!
*Independente do resultado, trata-se de um fato histórico. 
*Veremos no que vai dar!
*Por todo o país, ocorrem manifestações de apoio ou não ao Lula!
*Até mesmo por aqui. Espia só!
*Enquanto isso, no Acre, a oposição local implode e distribui veneno a torto e à esquerda.
*Riririririri.
*O áudio de sete minutos do Marcio Bittar divulgado nas redes sociais promoveu um espatifado só!
*Se falou de R$ 30 milhões, de eleição 2022, além da participação daqueles personagens fantasmas e do adjetivo “sem vergonha” dado a um deputado federal.
*Vixiiii!
*O caldo entornou de vez. Será?!
*Depois desse vazamento, as incertezas sobre o futuro da oposição estão cada vez mais evidentes.
*Agora, falando sério!
*Dá para imaginar pelo teor dos dizeres, o protagonista da confusão toda sentado numa mesa e, à sua frente, uma bola de cristal de onde ele vê que fulano e beltrano vão ganhar as eleições.
*Vê se pode um trem desse!?
*O período eleitoral de fato nem começou e a oposição acreana honrando a tradição de não se unir.
*Quem agradece é a situação, né?!
*E nem precisa ser partidário ou cientista político para chegar a essa conclusão!
*Tão Acre isso!
*Mas, até quando?
*Mudando de assunto…
*O Rio Acre virou ponto turístico neste final de semana prolongado.
*Apesar de estar acima dos 11 metros, o manancial ainda não desabrigou nenhuma família.
*E ainda distribui uma beleza bem peculiar!
*Enquanto isso, sobre o Rio Madeira, as autoridades acreanas e de Rondônia descartaram possibilidade de isolamento.
*De acordo com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), não há indicativos de uma cheia na bacia do Rio Madeira semelhante à que ocorreu em 2014.
*Neste ano, o fenômeno deve acontecer dentro da normalidade prevista para o período, não afetando a trafegabilidade da BR-364.
*Para alívio dos empresários e acreanos!
*Mas, não se iludam. Esse inverno amazônico ainda promete descer muita água.
*De acordo com o pesquisador meteorológico Davi Friale, a elevada umidade do ar continua a provocar chuvas diárias, em geral, passageiras, mas que podem ser fortes e volumosas, em muitas áreas, pelo menos até o próximo domingo, 28, no Acre.
*Não esquece o guarda chuva!
*Interina: BRUNA LOPES

Assuntos desta notícia