Gazetinhas – 24/10/2017 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 24/10/2017

*Ôpa!
*Semana movimentada, na política local e nacional.
*Em Brasília, todas as atenções voltadas para a votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, prevista para ocorrer nesta quarta-feira.
*Após o resultado favorável ao presidente, na votação do aparecer que é contra a admissibilidade da denúncia…
*Chega a vez de o plenário da Câmara decidir se Temer e seus ministros poderão ou não ser investigados pelo STF.
*A sessão deverá seguir o mesmo rito da primeira denúncia;
*E, dados as articulações de bastidores, a expectativa do Palácio do Planalto é que a nova denúncia seja também rejeitada pela maioria dos deputados.
*O que não seria nenhuma surpresa.
*Ainda assim, o clima deve continuar tenso para Temer, até o final da semana, com a expectativa sobre os depoimentos do doleiro Lúcio Funaro, na quinta-feira, e do ex-aliado Eduardo Cunha, previsto para sexta.
*Mais um terremoto na Capital federal, será?
*Pobre povo brasileiro…
*De duas, uma:
*Ou o presidente se livra das grandes pedras no sapato e vem muito bem humorado para o Acre para, enfim, ajudar efetivamente na criação do Sistema Nacional de Segurança Pública, como sonha o governador Tião Viana;
*Ou se lasca todo de uma vez, cancela a viagem para a terrinha e tira um bocado da pompa do evento, que vem sendo preparado com tanto capricho pela equipe do governo estadual.
*Fica até difícil torcer por uma das alternativas, hein, governador…
*Cri cri cri.
*A conferir no que vai dar.
*Ainda sobre os eventos de notoriedade nacional, que serão sediados em Rio Branco, neste final de semana, leitor liga para elogiar a entrevista do secretário Emylson Farias à GAZETA, na edição do último domingo.
* “Lúcida e muito esclarecedora”, pontua ele, ao comentar a explicação do secretário sobre a “interiorização do crime organizado”, dos últimos dois para cá.
*E o resultado disso tudo, nós conhecemos muito bem.
*De Feijó, aquela outrora pequena e pacata cidadezinha no interior do Estado, vem a notícia alarmante sobre o aluno que incendiou toda uma escola, por vingança, após ter sido chamado atenção por um professor.
*As imagens são impressionantes e, claro, tristes, sob todos os aspectos.
*A construção teve perda total;
*As chamas destruíram todo material didático, merenda, móveis e objetos da escola;
*E quase 100 alunos ficaram sem aula (e sem escola!).
*Um crime tão grave, cometido por motivo tão fútil, e o pior:
*Por um adolescente de apenas 14 anos.
*Tsc, tsc, tsc.
*Aonde vamos parar com tanta insanidade, minha gente?

 

Assuntos desta notícia