Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 31.01.2018

* Hoje é dia 31.
* Como bem diriam os comerciais daquelas lojas de eletrodomésticos: “é fecha mês”.
* E não, leitor, não tem promoção.
* Janeiro passou. Isso de ‘promoção’ não te pertence mais!
* Mas olhe pelo lado positivo:
* Hoje é o último dia pra pagar IPVA do carro; próximo aumento na gasolina já foi anunciado; mês que vem tem que comprar material escolar; tem o look do Carnaval…
* … além disso, já é para ir preparando o bolso pro IPTU; Imposto de Renda; e por aí vai!
* Qual é o lado positivo?
* Ah, vamos mudar de assunto, se não vai bater a deprê!
* Em conversa com o secretário Emylson Farias, depois de apresentar André Martins, acusado de decapitar a jovem Déborah Bessa por vingança, ele apontou algumas medidas que podem, sim, mudar muita coisa nessa sensação de impunidade que paira sobre nós.
* A primeira é sobre o RDD (Regime Disciplinar Diferenciado). Este regime consiste em um reeducando [olha que termo fófis] ficar isolado, sem contato com o mundo externo, sem visita íntima, sem colega de cela, sem regalias. É só ele, ele mesmo e o seu carcereiro.
* Emylson disse que vai tentar mobilizar o Ministério Público e o Tribunal de Justiça, parceiros da Sesp nessa luta contra o crime organizado, para que réus sentenciados com crimes tão atrozes como os de André Martins ficassem pelo menos 2 anos no RDD.
* O objetivo é fazer o indivíduo se arrepender, de fato, pelo que ele fez, sentindo que a prisão não é assim um lugar tão cômodo quanto as facções esboçam a seus membros.
* Há de convir que, nesse ponto, o secretário tem mais do que razão.
* Cortar a visita íntima durante 2 anos, rapidinho acaba esse negócio de impunidade entre a bandidagem.
* #semfukifukinaprisão!
* Outra proposta sugerida por Emylson é fazer uma mobilização parlamentar para começar o debate de mudança na legislação vigente, a fim de endurecer as penas dela.
* O gestor acredita que chegamos a um ponto da violência no Brasil pelo qual medidas efetivas mais duras devem ser tomadas, ou então, os criminosos e suas facções vão cada vez mais afetar negativamente as nossas estatísticas.
* Amém! Que Deus te ouça, meu caro Emylson.
* Deus, e nossos engajadíssimos parlamentares federais!
* Agora, uma boa notícia [é sério, leitor!] é que o governo se prepara para lançar um livro com poesias dos alunos que passaram pelo programa Quero Ler.
* O livro reúne 100 poesias selecionadas de um total de 4 mil enviadas para a obra.
* Bacana a iniciativa! Esse programa Quero Ler é algo muito especial para o nosso Acre.
* Ah, antes de finalizar, aí vai um lembrete aos empresários acreanos: hoje é o último dia para o pagamento da Contribuição Sindical.
* A contribuição é muito importante para manter as ações de entidades sindicais e federações de amparo e fortalecimentos dos comerciários, industriários, e demais setores.
* Além disso, pagar as contribuições dá direito a vários benefícios, como cursos, palestras e serviços de baixo custo no Sesc, Senac (no caso, do comércio) e Sesi, Senai, IEL (indústria).
* É de vital importância estar em dia com a contribuição sindical.
* Interino: TIAGO MARTINELLO