Governo inicia projeto de arborização e paisagismo do entorno do Lago do Amor – Jornal A Gazeta

Governo inicia projeto de arborização e paisagismo do entorno do Lago do Amor

O governo está prestes a entregar para a sociedade mais um espaço público, que promove a integração entre o meio ambiente e os cidadãos. A obra do Lago do Amor, localizado no Tucumã – área adjacente ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into) -, em Rio Branco, deve ser concluída neste primeiro semestre do ano.
Nesta quarta-feira, 17, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) deu início ao projeto de arborização e paisagismo do entorno do Lago do Amor. No local, 500 mudas, entre frutíferas e florestais, serão cultivadas, tornando o espaço mais saudável e agradável ao público.
“Vamos usar vários elementos de paisagismo, aqui, como espécies de ipês amarelos e branco e algumas espécies de florestais. Também cultivaremos um pomar funcional, onde as pessoas vão poder utilizar para fazer piquenique e ficar na sombra. No espaço de caminhada, a Sema vai plantar flores e, ao fundo do Lago, faremos o plantio de Buriti e Açaí, criando um aspecto visual para quem esteja do outro lado do parque”, explicou o coordenador do Departamento de Silvicultura da Sema, André Schatz.
As mudas utilizadas no entorno do Lago do Amor são produzidas no Viveiro da Floresta, havendo contribuição de espécies de flores do viveiro do Horto Florestal, Prefeitura de Rio Branco.
Lago do Amor – As obras envolvem a recuperação do espaço ao lado do hospital, que também passa por frentes de serviços, transformando o ambiente externo em um novo espaço de turismo e lazer.
“Toda a mata ciliar do lago será recuperada, uma praia artificial mais afastada do hospital, permitirá a livre circulação de pessoas, além da criação de três fontes d’água”, salientou o secretário de Estado de Obras, Átila Pinheiro.
O projeto também contempla calçadas, escadas, rampas direcionadas à acessibilidade, ciclovia, bancos, lixeiras, iluminação pública e setores paisagísticos com grama e arborização. (Maria Meirelles, com colaboração de André Araújo / Agência Acre)

Assuntos desta notícia