Inveja, a incompetência e limitação da alma – Jornal A Gazeta

Inveja, a incompetência e limitação da alma

Olá, tudo bem? Como vai você?

Para falarmos deste sentimento proveniente de indivíduos incompetentes e limitados, iniciarei contando uma fábula da Águia e a Gralha.  Autor: Site de Dicas, Esopo.

Conhecer nossos limites é a regra de ouro…

Uma grande Águia, saindo do seu ninho no alto de um penhasco, num fulminante voo rasante e certeiro, capturou uma ovelha e a levou presa às suas fortes e afiadas garras.

Uma Gralha, que a tudo testemunhara, tomada de inveja, decidiu que poderia fazer a mesma coisa.

Assim, ela voou para o alto e tomou impulso. Então, com grande velocidade, atirou-se sobre uma ovelha com a intenção de também carregá-la presa as suas garras, assim como antes já fizera sua concorrente.

Ocorre que suas garras pequenas e fracas acabaram por ficar embaraçadas no espesso manto de lã do animal, e isso a impediu inclusive de soltar-se. E, embora o tentasse com todas as suas forças, foi em vão seu desesperado esforço.

O pastor das ovelhas vendo o que estava acontecendo, capturou-a. Feito isso, cortou as penas de suas asas de modo que não fosse mais capaz de voar.

À noite, levou-a para casa e entregou como brinquedo para seus filhos.

“Que pássaro engraçado é esse?”, perguntou um deles.

“Ele é uma gralha, meu filho. Mas, se você perguntar, ele imediatamente dirá que é uma águia…”

Moral da História 1:

É duas vezes imprudente aquele que tenta dar um passo maior do que lhe permitem as pernas…

Moral da História 2:

O sucesso alheio ainda é o maior pesadelo do invejoso…

Meu amigo, minha amiga, a inveja é um sentimento negativo sentido por uma pessoa, que foi gerado de algo positivo, construtivo de outra, portanto é um sentimento, um pensamento disfuncional, doentio.

O invejoso não quer apenas o que o outro tem, ele quer ser o outro a qualquer custo. E ele expressa a inveja de diversas maneiras: denegrindo a imagem, perseguindo, fiscalizando a vida pessoal e profissional,depreciando verbalmente o invejado, uma verdadeira obsessão. Ele quer o que alguém tem.

Ao invés de trabalhar de forma saudável para conquistar seu sucesso e melhorar a si mesmo, ele está obcecado em querer o que o outro tem, além de desejar destruir o que o outro conquistou, de querer a qualquer custo colocar o outro para baixo, como se isso fosse colocá-lo para cima. Como? Afinal, o invejoso nada mais é do que um incompetente cheio de limitações.

Imagine uma pessoa que vive há anos em um determinado lugar ou instituição com o poder nas mãos e que nunca lutou por uma causa, nunca teve a coragem de dar sua cara a tapa em busca de melhorias ou de atenção às necessidades de um povo ou de pessoas. Pois bem, daí, quando alguém começa a trabalhar voluntariamente, dignamente fazendo o que ele não teve a competência para fazer, e o trabalho vai crescendo, tomando uma dimensão, influenciando positivamente uma sociedade, chamando atenção de órgãos, de autoridades e até da mídia, o invejoso incompetente e limitado, com sentimentos maléficos determinados por sua índole, começa a odiar, denegrir, perseguir o invejado, começa a competir, tentando de todas as maneiras direcionar os holofotes para ele, afinal, ele possui um infindável sentimento de inferioridade, ele quer ser visto, notado. Para isso, ele agirá de diversas formas para tirar o brilho do invejado, como se isso fosse possível. Quanta carência, quantas fantasias!

Curioso é que o invejoso só procura atingir aqueles que eles SABEM que são melhores, os que trabalharam, se esforçaram, e adquiriram oportunidades merecidas. Estes infelizes e problemáticos tornam a vida pior de ser vivida, aumentam as injustiças sociais, criam e disseminam discursos de ódio, brigando por tolices, ao invés de contribuir positivamente para o bem estar social, emocional e comportamental de uma sociedade, instituição, empresas e etc.

Infelizmente, eles vivem vomitando a inveja, e são os primeiros a desrespeitarem a ética, a descumprirem seus papeis familiares, sociais e profissionais, são incompetentes, corruptos, tratando com descaso suas atividades, culpando os outros por suas perdas e irresponsabilidades.

Portanto, não espere mudança em um invejoso. Sua energia positiva não contribuirá para uma transformação. Não adianta tentar tapar o sol com a peneira. Esses indivíduos não têm forças e nem sanidade mental, moral ou de caráter para isso.

Afaste-se! O invejoso sempre irá converter tudo negativamente, agressivamente e de forma destrutiva. Ele jamais conseguirá olhar para si mesmo e admitir sua incompetência, limitações e doença.

Lembram da fábula? Então não esqueça: o invejoso sempre irá dar passos maiores que as suas pernas e o sucesso do outro é um pesadelo para ele.

Um grande abraço!

Fica com Deus!

Assuntos desta notícia