Jonas Lima lança desafio aos poderes constituídos para ajudar os investimentos na segurança pública

Postado em 11/08/2017 16:42:51 MARCELA JANSEN

A Segurança Pública no Estado foi o principal tema de debate na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) ao longo da semana, nas sessões ordinárias. Deputados da situação e oposição divergiram acerca das ações realizadas pela pasta para combater a crimininalidade no Acre.

O deputado Jonas Lima (PT) foi um dos mais incisivos ao debater o assunto. Na ocasião, ele criticou os colegas de parlamento que usam a tribuna da Aleac apenas para apontar problemas, sem oferecer nenhuma solução.

“Não adiante vir à tribuna e fazer um discurso inflamado contra o governo, pois sabemos que o governador tem, sim, investido o máximo de recursos que pode na Segurança Pública. Se não tem de onde tirar mais verbas, então vamos enxugar as folhas de pagamento, começando por diminuir nossos próprios salários, assim vai sobrar para aplicar nos setores necessários”, disse Jonas Lima ao lançar ainda um desafio.

“Quero ver os poderes constituídos a enxugarem suas folhas de pagamento, diminuindo, inclusive, o salário dos parlamentares. Essa seria uma forma eficaz de direcionar mais verbas para serem investidas na saúde, educação e segurança”, falou.

Por fim, o parlamentar lembrou que o governo do PT foi o primeiro a dar uma real atenção a população mais carente. “Fomos eleitos para representar o povo, então vamos fazer isso! Precisamos fazer uma reflexão, pois a sociedade não aguenta mais esse tipo de discurso de só reclamar e não fazer nada. Não aguento mais viver nessa hipocrisia dessa política pública que acontece no Congresso, no Senado e Câmara Federal. Se vão fazer um pacto pela segurança, podem contar comigo, pois sou uma pessoa simples, acostumado a trabalhar duro e não dependo do salário de deputado para viver”.

 

editorial

Tudo a ver

 

Agora, não é mais um político da oposição que está afirmando. É o comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Boas, que está alertando que os sucessivos cortes que vem sendo feitos elo Governo Federal chegaram a tal ponto que comprometem a segurança nas fronteiras. Esses cortes são tão perversos que, ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook