Moda da corrupção

Postado em 19/04/2017 23:09:05 VICTOR AUGUSTO

Já não é mais novidade para ninguém que nosso rico Brasil vem sendo roubado há anos e somente agora descobrimos quem de fato conduzia o país. Entre pão com mortadela e coxinhas, o brasileiro se rebela, fica sem rumo e até anestesiado sem saber para onde olhar.

O povo foi às ruas se manifestar contra uma presidência corrupta, o povo foi à rua reclamar da corrupção no Brasil, o povo foi à rua reclamar dos maus políticos e ele também foi à rua falar mal do jogador do São Paulo por ter admitido uma culpa durante a jogada. Rodrigo Caio pegou bronca da torcida e da equipe que ironizou “minha mãe não iria gostar de eu ter feito algo errado”. Oi?

Cobramos mundos e fundos pelas promessas de colocarmos pessoas corretas na política, mas em um jogo de futebol, nós podemos fingir que não vimos e deixar o outro se prejudicar. Onde erramos? Cadê o mesmo pensamento da educação que tínhamos e queremos passar aos nossos descendentes em sermos justos, honestos, corretos e honrar nossos pais?

Não é só o homem quem está perdido na arte da conquista, mas a humanidade está perdida desde o roubo da primeira tora de pau-brasil que levaram para Portugal até a institucionalização do “rouba, mas faz”. Estamos sedentos para cobrar a culpa do outro e deixamos de olhar para as estacas fincadas em nossos olhos. Seu filho roubar o próximo é coisa normal? Sua filha apanhar de cafetão porque acha a prostituição uma vida fácil é a coisa mais comum?

O respeito ao próximo ficou na calça do passado e foi lavada com egocentrismo. Estamos mais interessados na farinha do nosso pirão do que em saber se o outro está bem, se podemos viver bem. Só lembramos do outro quando NÓS precisamos, se não precisamos, a gente finge que não conhece e segue adiante até o próximo evento que precisaremos do outro.

É muito mais fácil criticar pessoas que não fazem coisas que me beneficiem, do que contribuir e somar com quem deseja crescer no coletivo. Precisamos aprender a crescer e nos tornamos pessoas melhores e não só quando a morte bater na nossa porta, quando for demitido, quando estiver passando fome e tantos quantos forem utilizados para definir nossa vida lascada.

Deixemos o marketing pessoal de lado e voltemos a trabalhar as coisas simples que nos enobrecem e que os filmes da Marvel sejam nossa lição de vida e não só frase de efeito para os personagens que gosto. “Não se torne aquilo que te fizeram”, mude e seja o melhor em valores nobres, respeito e humanidade. Tenha uma boa convivência e seja bom!

editorial

Um bom debate

 

Apresentando o bom trabalho que seu Governo vem desenvolvendo na geração de emprego e renda com as cadeias produtivas de produtos regionais e alguns programas sociais como o Quero Ler, o governador Tião Viana chamou a atenção dos participantes do encontro “Amazônia Sustentável”, promovido pelo Tribunal de Contas da União, ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook