Motoristas de ônibus param por 30 minutos em protesto após colega ser baleado em assalto no AC – Jornal A Gazeta

Motoristas de ônibus param por 30 minutos em protesto após colega ser baleado em assalto no AC

Motoristas de ônibus de Rio Branco decidiram parar de circular por pelo menos 30 minutos nesta quarta-feira, 13, em frente ao Terminal Urbano, em protesto contra a falta de segurança. O ato foi motivado após um motorista da linha Liberdade ter sido baleado em um assalto na noite de terça-feira, 12.

O motorista, que não teve o nome divulgado, não reagiu e mesmo assim foi baleado após entregar o dinheiro da passagem. O suspeito fugiu após o crime, segundo o sindicato da categoria.

“Está muito arriscado. Saímos pedindo a Deus para nos guardar. Os passageiros entram e não sabemos se são pessoas de bem ou não, temos que embarcar. O temor é constante, ontem [terça, 12] teve um assalto de manhã cedo, assim que encostei o ônibus na parada teve um assalto. Não entendo os planos da Segurança porque tem viatura na rua, mas em lugares calmos. Deveria ter em outros lugares, seria ideal nesses bairros mais críticos”, reclamou um motorista que não quis se identificar.

O presidente do Sindicato de Transporte Urbano Rodoviário e Cargas, Marco Costa, explicou que a categoria vai paralisar como forma de advertência. Ele contou ainda que a categoria sofreu 108 assaltos durante esse ano.

“Queremos prevenir a vida dos nossos trabalhadores e fazer com quem tenham segurança. Pedimos que a Segurança Pública do estado tome providências para que possamos ter nossa vida preservada”, finalizou.

Assuntos desta notícia