Nenhuma comitiva se inscreveu para a Cavalgada 2017, aponta Setul – Jornal A Gazeta

Nenhuma comitiva se inscreveu para a Cavalgada 2017, aponta Setul

Empresas irão investir em camarotes ao longo da Via Chico Mendes

 Os preparativos estão a todo vapor para mais uma edição da Expoacre, em Rio Branco. Este ano, a Cavalgada volta a ser realizada em um sábado, dia 22, para abrir as atividades da maior feira de agronegócios do Estado. Contudo, até esta segunda-feira, 17, nenhuma comitiva havia se inscrito para o evento, de acordo com a Secretaria de Turismo e Lazer do Acre (Setul).

Nos últimos anos, houve uma significativa diminuição nos números de comitivas participantes na Cavalgada. Na edição de 2016, por exemplo, apenas oito fizeram o tradicional desfile de carretas.

Segundo a chefe do Setor de Promoção e Eventos da Setul, Rita Ramos, as inscrições estão abertas desde o dia 3 de julho, contudo, a procura é zero este ano. “Realmente não vai haver comitiva, mas nada impede que você pegue seu caminhão com sua comitiva familiar e venha. Tem que se inscrever. No entanto, até agora, nenhuma daquelas comitivas de antigamente se inscreveram. Elas não vão mais”.

Rita aponta que um dos principais fatores para as tradicionais comitivas desistirem de participar da Cavalgada foi financeiro. “Eles alegaram que tiveram prejuízos nos anos anteriores e que esse ano não iriam investir em comitivas. O que irão fazer é colocar camarotes ao longo da avenida”.

É necessário que os participantes fiquem atentos às regras. Para quem levar quadriciclo ao evento, é preciso apresentar durante a inscrição a nota fiscal do veículo e uma cópia do RG e do CPF do condutor e/ou proprietário do equipamento.

Para quem for a cavalo, é necessário apresentar o Guia de Transporte Animal (GTA) e o Exame de Anemia Infecciosa Equina (AIE), que podem ser obtidos no Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf). Além disso, no ato da inscrição é indispensável portar a cópia do RG e do CPF do responsável pelo cavalo. Não significa que outras pessoas não poderão montar no cavalo, mas sempre deverá estar presente o dono.

A Setul orienta a quem preferir curtir o evento em tendas às margens da Via Chico Mendes a procurar o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura de Rio Branco para obter a autorização.

Durante uma reunião entre os organizadores do evento, no mês passado, ficou estabelecido que o novo formato será organizado em alas. A ala dos cavalos, charretes e carroças com tração animal abrirá o desfile, conforme a tradição da cultura sertaneja. Somente uma hora depois é que o cortejo segue com veículos.

O circuito da Cavalgada permanece da Via Chico Mendes até o Parque de Exposição. A concentração também continua sendo na Gameleira, 2º Distrito de Rio Branco, a partir das 8h30 da manhã, do dia 22.

Assuntos desta notícia