Noite de título – Jornal A Gazeta

Noite de título

As atenções da América do Sul estarão voltadas para o Maracanã na noite desta quarta-feira, 13, às 18h45*, para o segundo e decisivo jogo da final da Sul-Americana entre Flamengo e Independiente/ARG. No jogo de ida, em Avellaneda, o time argentino venceu por 2×1, o que força o Mengão a fazer dois gols de diferença para poder levantar a taça. Uma vitória por um gol da equipe brasileira leva a disputa à prorrogação, enquanto o empate favorece os Hermanos.
Para os rubro-negros, como tem sido lembrado por colegas e também por este colunista que vos escreve, é a chance de minimizar as frustrações da temporada e, de quebra, tirar a zica que paira sobre a Gávea em torneios continentais há anos. O Independiente, por sua vez, busca manter o rótulo de “Rey de Copas” e ainda garantir participação na próxima Libertadores pois não conseguiu o feito via Campeonato Argentino.
O Fla tem o precedente da partida de ida como aprendizado: a boa lembrança é que o time argentino cansou no decorrer do segundo tempo, porém, o rubro-negro não soube aproveitar o esgotamento do adversário. A má recordação é a latente recuada após abrir o placar no início da peleja, o que causou a virada do Independiente. Se souber ponderar essas duas fases consegue derrubar o ímpeto argentino, que deve beber na fonte do contra-ataque e da baixa qualidade de Pará e Trauco para alçar a pelota até o centroavante Gigliotti. Sem esquecer do ótimo Meza e suas “ciscadas” no meio-campo.
Tanto para os mais de 60 mil flamenguistas que estarão no Maraca como para os milhares espalhados por todo o país, a noite será de tensão; só amenizada pela cerveja gelada no estádio, em casa ou no bar. O Independiente aposta na frieza de seus atletas e na vantagem obtida no jogo de ida (2×1) para chegar ao bicampeonato. Além disso, deve receber a torcida dos rivais ou dos “antis”, como dizem os flamenguistas, que torcem para que o time carioca siga apenas com o cheirinho. No mais, será uma noite memorável para o futebol brasileiro, argentino, sul-americano e mundial. Aproveitem!

Mundial de
Clubes da Fifa
Por falar em mundial, o Grêmio jogou para longe a zebra e venceu o Pachuca/MX (1×0), na terça-feira, 12, pelas semifinais do torneio organizado pela Fifa, nos Emirados Árabes. O Tricolor gaúcho espera o vencedor de Real Madrid e Al Jazira/EAU, que duelam nesta quarta-feira, 13, às 12h*, na decisão do próximo sábado, 16, às 12h*.

Liga dos
Campeões da Europa
Com a divulgação dos confrontos das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, na segunda-feira, 11, temos frente a frente a tradição e os novos ricos do futebol europeu. Os principais embates, sem dúvidas, é Real Madrid (maior campeão) e o brasileiríssimo Paris Saint-Germain, que busca o primeiro título da competição. Além do encontro Cristiano Ronaldo e Neymar, o Barcelona encara o Chelsea para desempatar o confronto Culé/Blues no torneio (Barça levou a melhor em 2000/01, 2005/06, 2008/09, enquanto o Chelsea despachou o time catalão em 2004/05, 2006/07 e 2011/12. Os outros jogos são: Juventus e Tottenham; Manchester City e Basel/SUI; Porto e Liverpool; Bayern de Munique e Besiktas/TUR; Manchester United e Sevilla; Roma e Shakhtar Donetsk/UA

*Horário do Acre

Assuntos desta notícia