Nos ciclos da vida

Postado em 08/03/2017 23:56:08 Bruna Lopes

Engraçado como são as coisas. Você tá aí de bobeira e de repente pah! Uma cena, perfume ou um lugar faz sua mente viajar de uma forma que você entende qual o real motivo da nossa existência.

Imaginem uma criança que está aprendendo a praticar algum esporte e precisa de ajuda para caminhar ou sair da piscina. Os instrutores sempre atenciosos e gentis ajudam noé precisam. Enquanto isso, os pais do lado de fora, literalmente babando a cria a cada novo passo e sorriso.

Chega o fim da aula e o colo dos pais é onde a criança encontra o descanso da atividade. Cena linda! O que você imagina? Uma criança de três ou quatro anos, né?!
Porém como diz o título desse artigo, a vida é formada de ciclos. Eu tive a oportunidade de presenciar uma cena como essa, mas a criança que saia da água era uma senhora e a filha era quem babava com o desempenho dela. Com direito a aplausos e tudo mais.

A filha pega a toalha com carinho e enxuga o rosto e o cabelo delicado da mãe. Veste a roupa e o calçado e de mãos dadas vão para casa. Afinal, quem mais faria aquilo? Para mim é um exemplo de dedicação e principalmente de amor. Imagina que essa mãe deve ter aplaudido muito a garotinha dela na superação dos desafios cotidianos.

Tem uma infinidade de coisas que eu não sei explicar e nem sei porque acontecem, mas se tinha que ter uma pessoa que precisava dessa injeção de esperança era eu. Eu li em algum lugar que algumas coincidências tidas como milagres, nada mais é, que a ação de Deus em nossas vidas. É através deles que Ele nos mostra que não estamos sozinhos nem por um instante.

E como uma certeza matemática a lei do retorno não falha, por ser imutável como as demais leis que regem o Universo.

Para mim, o ano de 2017 começa hoje. E apenas hoje quero comemorar meus milagres. Quero me lembrar que quem era e de quem me tornei hoje. Quero me lembrar e me emocionar de cada dificuldade superada e me revigorar em cada palavra ou gesto de carinho e cuidado de pessoas de perto e de longe.

Agradecer pelas pessoas que passaram pela minha vida e cativar ainda mais aquelas que ficaram e apesar da bagunça da minha rotina não abrem de mim.
Que 2017 seja um ano inesquecível, assim como a lição que tive.

Bruna Lopes é jornalista
jornalistabrunalopes@gmail.com

editorial

Não há como ignorar

 

Não como ignorar ou negar – e o próprio secretário de Segurança Pública admite- que nos últimos dias houve nova investida das famigeradas facções criminosas com vários homicídios tanto na Capital como em algumas cidades do interior, onde até um aluno teria sido morto dentro da sala de aula. Porém, não ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook