O amor vingativo – Jornal A Gazeta

O amor vingativo

“Eu fui usado como arma de vingança, para fazer o mal ao seu namorado. E, agora, ele volta pra você, você me deixa de lado”.

Já dizia o velho cancioneiro popular, bregoriano de primeira linhagem, Carlos Alexandre com sua eternizada “Arma de Vingança”. Quem de nós nunca passou ou usou as amizades como arma de vingança? Em algum momento de nossas enguiças e esperançosas vidas amorosas também vivenciamos o momento.

Existe um relato popular que explica a seguinte “fórmula da felicidade para mulheres” para que a vida amorosa e até desempenho sexual de uma mulher fique mais fortalecido, faz-se necessário o apoio de uma boa amizade. Não estou falando de amizades coloridas, do tipo que envolve o assunto de penetração. Não. Estou me referindo à amizade que valoriza a mulher de tal maneira, que o companheiro dela se sente ameaçado, a ponto de endeusar a amada e a comida caseira nossa de cada dia.

Nada mais ameaçador para um do que um possível concorrente dentro de casa, da rua, da repartição pública. Mas o rascunho da criação? Quem estimula o ego do macho alfa? O homem por si só já nasceu besta e propenso a ceder aos encantos femininos. A mais simples piscadela até a bulinação no popozão já levanta sua estima.

O homem por si só já vem com grade curricular de cachorro. A sociedade é muito cruel com o homem, pois não pode ter mais do que sete esquemas que já é chamado de raparigueiro. Outro verso filosófico popular contemporâneo é dito pelos Solteiros do Forró – O homem que ama sua mulher de tal maneira, prefere usar a dos outros para não gastar a sua. E nem somos vingativos, tudo pelo amor.

Não seja um procrastinador da felicidade, do amor, do feliz para sempre mesmo que temporário. O ministério da saúde já adverte uma f*** adiada, é um dia a menos de vida. Viva o amor e se joga. Depois que casar se aquiete. No final, aquela que mais te aguentou é a que vai trocar suas fraudas. Fica a dica meu caro Dom Juan de botequim.

* Victor Augusto N. de Farias é jornalista e presidente do Sinjac.
Email: [email protected]

Assuntos desta notícia