Orgulho

Postado em 09/11/2016 23:02:03 Bruna Lopes

Falar de orgulho é tão difícil né?! Mas, falar com orgulho é tão bonito que chega a inspirar até os corações mais duros. Vivi uma experiência dessas, outro dia. Despretensiosamente estava dentro do carro estacionado em uma rua localizada num bairro daqueles que ainda é possível ver crianças brincando ou jogando futebol no fim da tarde. Foi aí que uma cena chamou minha atenção.

Um homem acompanhado de duas crianças, parava em frente aos muros das residências abaixava para falar com elas e ao mesmo tempo apontava. Como um professor que explica a matéria no quadro. A curiosidade das crianças sobre o assunto o deixavam até mais empolgado que o normal.

E eu no carro observava a cena dele fazendo os mesmos gestos com uma delicadeza e elegância nata. Eles fizeram esse ritual em pelo menos quatro casas até que chegaram bem perto de onde estava, foi aí que pude ouvir qual era a aula que aquelas crianças estavam recebendo.

Desta vez, a casa escolhida era uma de muro alto que mais pareciam uma fortaleza. Mesmo assim, o homem encostou um dos joelhos no chão e começou a explicar. “Quando chegamos aqui, tinha uma casinha bem pequena, foi aí que começamos a construir o muro. Ele tinha que ser alto como o patrão tinha pedido. E essas colunas deram bastante trabalho”.

As crianças perguntaram sobre o acabamento em alto relevo no muro aí ele respondeu. “Fiz para o patrão ver, ele gostou tanto que pediu que fosse feito no muro inteiro”. O orgulho com que o homem falou do trabalho contagiou tanto as crianças que além do olhar de encantamento dos pequenos sobre o bom trabalho realizado, o homem recebeu um abraço dos dois.

Aí passaram para o próximo muro, ali o homem disse que não havia trabalhado, mas mostrou a diferença de um muro como reboco salpicado. Como um bom professor, perguntou: Viu, como é diferente? E o passeio continuou até que os perdi de vista.

Naquele dia, um homem desconhecido me mostrou que seja qual for o seu trabalho ele tem que ser feito com amor e orgulho. Assim, como também é importante ter orgulho do trabalho feito por quem amamos. No fim de tudo, trata-se de uma via de mão dupla.

Olho: “No fim de tudo, trata-se de uma via de mão dupla”

Bruna Lopes é jornalista
jornalistabrunalopes@gmail.com

editorial

Uma boa medida

 

Como este jornal mostrou na edição de domingo, pelo menos, aqui, no Estado, as autoridades de segurança estão tomando medidas para evitar as chacinas que vêm se sucedendo em diversos estados com as disputas entre as famigeradas facções e, ao mesmo tempo, prevenindo e combatendo a criminalidade aqui fora com ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook