Participantes do Enem 2017 poderão conferir desempenho a partir do dia 18 – Jornal A Gazeta

Participantes do Enem 2017 poderão conferir desempenho a partir do dia 18

BRUNA LOPES

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 poderão conferir suas notas a partir do próximo dia 18. É necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no certame. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.
No Acre foram inscritos 54.379 candidatos na edição do Enem 2017. Desse total, a maioria dos participantes era da Capital, com 34.710 candidatos, seguido do município de Cruzeiro do Sul, com 8.240. O número de participantes de 2017 foi 11% menor do que o Enem de 2016, quando o Estado teve 61.146 inscritos.
Os dias de aplicação das provas também foram novidade na última edição. As provas foram realizadas em dois finais de semana consecutivos, 5 e 12, de novembro, em todo os estados da Federação. No Acre, os testes foram aplicados em 17 municípios.
No total, nos dois dias, cerca de 4,5 milhões de alunos fizeram as provas. O índice de abstenção, na casa dos 32%, ficou um pouco acima da média em sete anos.
A Universidade Federal do Acre (Ufac) ofereceu 1.810 vagas em 38 cursos com ingresso por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2017. As vagas são para os campi de Rio Branco e Cruzeiro do Sul.
Ainda sobre os resultados que serão divulgados na próxima quinta-feira, 18, os resultados dos participantes com menos de 18 anos, comumente chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular.
O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações. O acesso ao espelho de correção é uma forma de o participante saber como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pela prova.
Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Assuntos desta notícia