Polícia prende 18 pessoas por tráfico, homicídio e organização criminosa – Jornal A Gazeta

Polícia prende 18 pessoas por tráfico, homicídio e organização criminosa

Nesta quinta feira, 6, a Polícia Civil em ação integrada com o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e a Polícia Militar, deflagrou em Cruzeiro do Sul a operação Ananias. Nesta edição, 18 mandados judiciais em desfavor de pessoas envolvidas com os crimes de roubo, tráfico de entorpecentes e homicídio foram executados.

Mais de 100 agentes de segurança participaram da ação realizada de forma simultânea em mais de 10 bairros de Cruzeiro do Sul. Ao todo, 18 pessoas foram conduzidas à Delegacia-Geral da Polícia Civil, suspeitas de integrar organizações criminosas e tráfico de drogas.

A operação foi coordenada pelo delegado Elton Futigami, da Polícia Civil e supervisionada pelo Secretário de Segurança Pública do Estado do Acre, Emylson Farias.

Elton Futigami observou a importância do trabalho conjunto das forças de segurança e disse que outras operações estão sendo planejadas e devem ser executadas nos próximos dias.

“A polícia não vai se curvar para o crime, nós estamos nos doando todos os dias e em todos os pontos dessa cidade fazendo o enfrentamento firme aos criminosos, não iremos arrefecer diante de qualquer ameaça, muito pelo contrário, seremos ainda mais incisivos”, realçou Futigami.

O comandante do 6º BPM/AC, major Moura, lembrou que a Polícia Militar tem feito um esforço no sentido estar cada vez mais próxima do cidadão, com rondas ostensivas tanto na área urbana quanto na área rural. “Não vai faltar por parte da PM empenho e determinação no enfrentamento à criminalidade”, disse Moura.

Encontro de Governadores do Brasil Pela Segurança e Controle das Fronteiras

Durante coletiva à imprensa, o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, destacou o empenho e o comprometimento das forças de segurança no papel de guardiã da sociedade e o empenho pessoal do governador Tião Viana, na realização do “Encontro de Governadores do Brasil Pela Segurança e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional” que ocorrerá no dia 27 de outubro, em Rio Branco.

“Colocar a segurança no centro da discussão entre a presidência da república, senado federal e câmara dos deputados e os estados federados é apontar um futuro para o país, nessa área”, disse o Emylson.

O secretário lembrou que Rio Branco, no Acre, por dois dias, será a capital mundial da segurança, isso porque, autoridades importantes para o desenvolvimento de políticas públicas que visam o enfrentamento dos problemas relacionados às fronteiras, que afetam todo o país, estarão presentes.

A presença dos seguintes poderes e instituições já foi articulada: Presidência da República, ministérios da  Integração, Defesa, Meio Ambiente e Justiça, Procuradoria-Geral da República, Superior Tribunal Federal, Senado e Câmara Federal, Colegiado de Procuradores do Brasil, Conselho dos Tribunais de Justiça do Brasil, embaixadores e governadores da Bolívia, Peru e Colômbia, Comando Militar da Amazônia e Comando do Exército Brasileiro.

O Encontro de Governadores do Brasil Pela Segurança e Controle das Fronteiras acontece paralelamente ao 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que será realizado nos dias 26 e 27 deste mês.

Polícia prende 18 pessoas (FOTO/ Assessoria Sesp)
Assuntos desta notícia