Ponto de vista – Jornal A Gazeta

Ponto de vista

O mundo inteiro se mobiliza para chorar pelas 12 pessoas mortas no atentado contra a revista francesa Charlie Hebdo. Quase que simultaneamente, outras 40 pessoas, entre elas crianças, perdem a vida numa explosão no Yemen. E você, ficou chocado por qual das tragédias?

Eu não sei vocês, mas estou muito longe de ser Charlie ou Je Suis Charlie, como preferir. Procuro respeitar as diferenças de religião, raça e opção sexual, além de manter uma relação respeitosa com quem pensa diferente de mim. E esse não é o jeito Charlie de fazer as coisas ou não até agora.

Mas dizer que não sou Charlie Hebdo não significa que apoio o atentado ou, no mínimo, de culpar Charb e seus colegas cartunistas pelo atentado que sofreram. Um veículo de comunicação que tem por tradição publicar charges ofensivas não torna os colaboradores culpados do que aconteceu. Eles são as vítimas daquela barbárie.

Mas, e os culpados do bombardeio no Yemen? A segurança no local foi reforçada? Houve passeatas e movimentos para demonstrar o qual absurdo a ação? Também não houve passeatas que reuniram mais de 1 milhão de pessoas.

Não tenho o dever de passar a admirar o trabalho de uma empresa porque ela foi vitimada por uma tragédia. Por outro lado, o fato de não concordar com sua linha editorial não quer dizer que eu ache que a revista mereça ser atacada por um grupo de loucos amados.

Enquanto isso, outras crianças morrem, sejam em bombardeios, doenças ou mesmo de fome e todos os dias. Não se iluda, não seja manipulável! Toda a história tudo tem dois lados e acima de tudo um interesse que geralmente envolve poder e riqueza. Na contramão desse processo, sentimentos, como benevolência e compaixão que nos tornam humanos, acabam se perdendo.

Para mim, esses fatores justificam a realidade do mundo atual, infelizmente. Minha preocupação se torna maior com o mundo que deixaremos para as futuras gerações. De qualquer forma pega leve Dim, nunca se sabe, né!?

Bruna Lopes é jornalista
jornalistabrunalopes@gmail.com

Assuntos desta notícia