Prefeito Mazinho Serafim baixa decreto obrigando procuradoria a fiscalizar atestados médicos

Postado em 16/03/2017 16:04:09 MARCELA JANSEN

O decreto nº 40/2017, assinado pelo prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (PMDB), no dia 22 de fevereiro, está causando muitas polêmicas no município. O documento obriga todas as secretarias municipais a enviarem laudos ou atestados médicos para a Procuradoria Jurídica, imediatamente, após a entrega feita pelo servidor.

Ao que parece, o Poder Executivo daquele município estaria colocando em xeque a transparência dos atestados apresentados pelos servidores do órgão para justificar a ausência no trabalho.

De acordo com o documento, a Procuradoria fica autorizada ainda a fazer fiscalizações em consultórios médicos, bem como nas residências dos possíveis enfermos.

O presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM/AC), Sandro de Brito, ressaltou que estará avaliando o decreto junto ao setor jurídico do conselho. “O CRM repudia a iniciativa da prefeitura de Sena Madureira, pois coloca em xeque a idoneidade do médico. Acredito que ocorreu algo muito sério para tomar esse tipo de decisão e o conselho vai tentar entender, porque se houve denúncia tem que ser apurado”,

editorial

Surpreendente e ousado

 

Com a crise econômica, política e institucional que continua sem perspectivas de acabar, chega a ser surpreendente e ousado que um Governo de Estado como o do Acre anuncie um investimento de R$ 1 bilhão em setores estratégicos até o próximo ano. Contudo, foi o que fez o governador Tião Viana ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook