Presidente do PT, Daniel Zen, visita redação de A GAZETA e fala sobre desafios a frente da sigla – Jornal A Gazeta

Presidente do PT, Daniel Zen, visita redação de A GAZETA e fala sobre desafios a frente da sigla

 O presidente do Partido dos Trabalhadores e deputado estadual, Daniel Zen, visitou a redação de A GAZETA, na tarde de quinta-feira, 18. Ele falou da expetativa sobre o desafio novo à frente do partido, que completa 20 anos no poder ano que vem, comentou sobre o cenário político local e nacional, após as denúncias contra o presidente Michel Temer e as eleições estaduais de 2018.

Zen foi eleito no 6º Congresso Estadual da sigla no Acre, ocorrido nos dias 4 e 5 de abril, com a presença de dezenas de militantes. A posse do Diretório ocorre no próximo dia 24. Mesmo assim, o presidente eleito já traçou um planejamento para as próximas semanas e executa uma agenda de trabalho por meio de ciclo de conversas com os partidos.

“Sabemos que as eleições 2018 serão difíceis. Apesar de que é cedo para projetar resultado. Acredito que até setembro deste ano teremos uma definição sobre os nomes das pré-candidaturas para o Senado e Governo do Estado”, destacou Zen.

A proposta de trabalho do presidente é a realização de um debate com todos os setores da sociedade sobre o programa.

“O que vamos apresentar de novo para a sociedade? É esse o desafio. Pode ser feito em forma de balanço, por exemplo, o que a Frente Popular fez pelo povo do Acre e o que nós temos em mente para apresentar para as pessoas para justificar a confiança delas mais uma vez”, esclareceu.

Diante de tantos escândalos no cenário político, Daniel Zen destaca que sem foi uma preocupação do PT em formação política e conscientização das pessoas. “Mas do que nunca o que está no centro do debate é a luta de classe e isso não quer dizer ricos para um lado e pobres para outro. Mas, é saber que tem disputa. E quando há uma crise ou escassez cada um quer defender o seu. E os pobres que são penalizados. A ideia é mudar a regra do jogo. Não adianta mudar os jogadores se as regras são as mesmas”, destacou.

Assuntos desta notícia