PT completa 37 anos de história: nossa luta continua!!

Postado em 09/02/2017 23:30:18 Raimundo Angelim

Em 10 de fevereiro de 1980, há exatos 37 anos, nascia o Partido dos Trabalhadores da “necessidade sentida por milhões de brasileiros de intervir na vida social e política do País para transformá-la”. Este é a principal justificativa publicada no manifesto de fundação do PT, lançado em São Paulo, fruto da luta de luta dos operários, professores,intelectuais, jovens, trabalhadores e trabalhadoras que sonhavam com justiça social e oportunidades para todos.

São 37 anos de uma história de luta, de conquistas sociais, econômicas e, principalmente, de representatividade dos excluídos, da classe trabalhadora e daqueles que mais precisam. Um dos legados do PT é exatamente ter tirado da pobreza e da extrema pobreza milhões de brasileiros. Regatamos a credibilidade do País junto ao cenário internacional nesses anos todos que estivemos à frente do governo federal.

Foi o modo petista de fazer política que mudou os rumos do Brasil e promoveu transformações que mudaram a realidade que sempre excluiu milhões.

Ao chegar à Presidência da República em 2002, com a vitória do presidente Lula, foram implantados no nosso país os maiores programas sociais de sua história que proporcionaram oportunidade de melhores condições de vida aos mais pobres e historicamente excluídos.

Graças à sensibilidade do primeiro operário eleito pelo povo brasileiro para presidir nossa República, seguido da primeira mulher, eleita presidenta do país, em nossa história: a presidenta Dilma.

Durante os governos de Lula e Dilma mais de 36 milhões de pessoas que saíram da pobreza e da extrema pobreza miséria no país. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil saiu do Mapa da Fome, devido às ações de inclusão social, de distribuição de renda e geração de empregos nos governos Lula e Dilma.

Milhões de famílias que ganham até um salário mínimo e que dificilmente alcançariam o sonho da casa própria foram beneficiadascom o ‘Programa Minha Casa, Minha Vida’.

A diversas localidades isoladas, rurais, nos mais diversos rincões desse país e no seio da nossa floresta, onde as pessoas não tem sequer acesso ao básico, o governo do PT levou energia elétrica por meio do Programa ‘Luz para Todos’, proporcionando melhor qualidade de vida.

A população jovem, os filhos da classe trabalhadora, puderam entrar nas universidades, pois no governo do PT foi ampliado o número de vagas quando Lula assumiu. Em 2003, havia 3,5 milhões de universitários e em 2015, no início do 2º governo da presidenta Dilma, já eram aproximadamente 7,5 milhões.

Na economia houve significativa queda da inflação e da taxa de juros, e crescimento das vagas no mercado de trabalho formal.

Em seu manifesto de fundação, o PT se define como um partido da classe trabalhadora, socialista, democrático, voltado para as causas sociais, tendo surgido da luta dos oprimidos, dos mais pobres, dos sem terra, dos educadores populares, dos desempregados, das donas de casa, dos mais necessitados, do sem moradia, dos sem cidadania e sem direitos.

Na história do nosso partido está gravada a luta de resistência contra a Ditadura Militar e a luta pela redemocratização do Brasil e as contribuições de valorosos companheiros e companheiras congressistas e o que foram pra rua contribuir com Constituição de 1988, que assegura conquistas fundamentais a todos os brasileiros.

Vivemos atualmente, um dos momentos mais desafiadores para o nosso partido que sofreu duro golpe político, ano passado, quando a democracia e nossa Constituição foram devassadas com a tomada do mandato da presidenta Dilma, que eleita pelo voto direto de 54 milhões de brasileiros e brasileiras foi afastada sem nenhuma das acusações a ela imputadas tenham sido provadas.

Vivemos um tempo em que o país experimenta retrocessos com retirada de direitos duramente conquistados pelos trabalhadores.

Um tempo em que o comando político e institucional do nosso país está nas mãos de partidos cujos membros estão envolvidos e denunciados por corrupção.

Nosso partido também tem seus problemas. Havemos de reconhecer a necessidade de nos reinventarmos, de mudarmos algumas práticas e resgatarmos outras esquecidas pelo caminho como voltar ás ruas, às comunidades, ao diálogo, ao ouvir, fortalecer nossa organização interna e promover formação política dos novos quadros, às nossas origens da qual nos orgulhamos tanto.

O PT é o único partido que exerce a democracia interna, com eleições diretas de seus dirigentes, por meio do votos dos filiados. No PT praticamos a paridade garantindo a participação das mulheres, dos jovens, dos negros, dos indígenas e dos segmentos antes alijados das discussões e decisões.

Estou certo de que nossos acertos são maiores e por isso sou um otimista de que nossa luta continua, de que somos um partido forte que vai superar esse momento e avançar na luta cujos sonhos e ideias continuam sendo o de perseguir uma sociedade mais justa com oportunidades para todos.
Viva o PT, o partido dos trabalhadores e das trabalhadoras!!!

Raimundo Angelim é deputado federal (PT-AC)
Facebook: www.facebook.com/angelim.acre
Email: dep.angelim@camara.leg.br

editorial

Sempre dá resultado

 

Alguém poderia argumentar que o Governo o Estado não está fazendo mais do que a obrigação em conceder reajuste salarial a servidores públicos, segundo projeto de lei enviado ontem para apreciação e votação na Assembleia Legislativa. Sim é verdade, mas não há como ignorar que no contexto nacional se trata de ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook